COVID-19

Mais informações de segunda a sexta-feira pelo telefone (14) 3602-1790. Denúncias podem ser feitas todos os dias pelo aplicativo da ouvidoria, whatsApp e pelo Portal.


Prefeitura de Jahu > Prevenir é a melhor forma de evitar a dengue

A Prefeitura de Jahu, por meio da Secretaria de Saúde, solicita aos jauenses para continuar, de forma permanente, com a mobilização pelo combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya: o Aedes Aegypti.

“A recomendação tanto da Prefeitura quanto do Ministério da Saúde é não descuidar nenhum dia do ano e manter todas as posturas possíveis em ação para prevenir focos do Aedes Aegypti em qualquer época do ano. A população deve ficar atenta e redobrar os cuidados para eliminar possíveis criadouros do mosquito, pois, até o presente momento, Jahu conta com 173 casos positivos de dengue. A principal ação que a população tem é se informar, conscientizar e evitar água parada em qualquer local em que ela possa se acumular. Essa é a única forma de prevenção. Faça a sua parte”, reforça a secretária de Saúde, Márcia Nassif.

O ciclo de vida do mosquito Aedes Aegypti compreende quatro fases: ovo, larva, pupa e adulto. Os ovos são depositados em condições adequadas, ou seja, em lugares quentes e úmidos, preferencialmente depositados em lugares próximos a linha d’água, em recipientes como latas e garrafas vazias, pneus, calhas, caixas d’água descobertas, pratos sob vasos de plantas dentro ou nas proximidades das casas, apartamentos, hotéis, ou em qualquer local com água limpa parada.

O macho alimenta-se de seivas de plantas. A fêmea, no entanto, necessita de sangue humano para o amadurecimento dos ovos, que são depositados separadamente nas paredes internas dos objetos, próximos a superfícies de água, local que lhes oferece melhores condições de sobrevivência.

As principais medidas de prevenção e combate ao Aedes Aegypti são: manter bem tampado tonéis, caixas e barris de água; lavar semanalmente com água e sabão tanques utilizados para armazenar água; manter caixas d’agua bem fechadas; remover galhos e folhas de calhas; não deixar água acumulada sobre a laje; encher pratinhos de vasos com areia ate a borda ou lavá-los uma vez por semana; trocar água dos vasos e plantas aquáticas uma vez por semana; colocar lixos em sacos plásticos em lixeiras fechadas; fechar bem os sacos de lixo e não deixar ao alcance de animais; manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo; acondicionar pneus em locais cobertos; fazer sempre manutenção de piscinas; tampar ralos; colocar areia nos cacos de vidro de muros ou cimento; não deixar água acumulada em folhas secas e tampinhas de garrafas; vasos sanitários externos devem ser tampados e verificados semanalmente; limpar sempre a bandeja do ar condicionado; lonas para cobrir materiais de construção devem estar sempre bem esticadas para não acumular água, e catar sacos plásticos e lixo do quintal.

Tags

COMPARTILHAR