INSERT command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA'UPDATE command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA' Prefeitura Municipal de Jahu

Jaú, Quarta-Feira - 26/04/2017

..........................

Prefeitura de Jahu premia músicos em dois concursos no Festival Caipira

 Marcos Marques

 Adriano Reis e Cuiabá

Jauense Marcos Marques ganha o Festival de Música Autoral, enquanto a dupla rio-pretense Adriano Reis e Cuiabá é  a melhor no Festival de Música Caipira Teixeira Filho; atrações tiveram público de mais de 2 mil pessoas 


A Prefeitura de Jahu, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, promoveu dois festivais de música no Festival Caipira de Jaú, encerrado no domingo (12/06) na Associação de Moradores do Pouso Alegre de Baixo com a presença de grande público. Os dois concursos tiveram 14 inscrições. O secretário de Cultura, André Galvão de Franca, participou da premiação aos vencedores de música autoral e de violeiros. O fim de semana contou ainda com atrações consagradas e culminou com o show da Orquestra Torrinhense de Viola Caipira.

Novidade neste ano, o Festival de Música Autoral teve inscritos, todos de Jaú. Cada dupla ou intérprete individual cantou uma música. Foram definidos três finalistas, com vitória de Marcos Marques. O cantor de 46 anos de idade interpretou a própria canção, “Vida que canto”. Morador do Jardim São José, ele foi o melhor tanto na eliminatória como na final, faturando o prêmio de R$ 1.300,00. O cantor disse que vive de música e que se apresenta em Jaú e região.

O segundo lugar ficou com a dupla Léo Nunes e Ronaldo, com a música “Luar da Minha Roça”. Em terceiro terminou Renato e Devair, com “Mala Surrada”. Também se apresentaram Sana e L.E. (Vida no Sertão), Dudu Galvão (Chão Brasileiro), Zé Catira e Zé Maria (Rio Jacaré Pepira) e Gean e Nando (O Brasil tá uma Vergonha).

O secretário André Galvão disse que teve ficou contente ao ver sete duplas inscritas no festival e que “foi uma tarefa difícil para os jurados” decidir pelo vitorioso. “Confesso que fiquei surpreso com o nível dos artistas e feliz por ver cantores da cidade compondo músicas caipira e sertanejas de tanta qualidade”. Segundo ele, o Festival de Música Autoral é importante, precisa ser avaliado em busca do melhor caminho para que seja fortalecido.

Ainda no sábado, antes do Festival Autoral, duas duplas se apresentaram no salão: João Luiz e Rei Divino e João Kakoy e Geninho. As duplas animaram o público à espera do concurso. Após a premiação de Marcos Marques quem subiu ao palco foi a dupla Índio Cachoeira e Santarém, ambos músicos tarimbados e que já estiveram em outras duplas.Agora, juntos, trouxeram a música raiz ao Pouso Alegre.  Por fim, a noite terminou com um bailão sertanejo. 


Violeiros – No domingo gelado, a Cavalgada do Jardim São José até o Pouso Alegre, pela estrada velha, mostrava que o dia prometia. Uma bênção na chegada dos cavaleiros marcou o início das atividades no Pouso. 

O Festival de Música Caipira Teixeira Filho contou com sete inscritos, de várias cidades do Estado de São Paulo. Antes, a dupla Célio e Nando animou o público durante o almoço na associação. Em seguida, os sete inscritos cantaram duas músicas cada um para serem avaliados pelos jurados. Três se classificaram para a final, sendo que desta vez os músicos Adriano Reis e Cuiabá foram os campeões.

A dupla foi vice nos três anos anteriores. Agora, faturou o primeiro lugar com 178,1 pontos e a música “Carro de Boi”. Adriano diz que já persegue o título no Pouso Alegre há seis anos e sempre foi finalista. Conta que ganhou vários festivais e que se apresenta em shows até em outros Estados. “Vivemos de música, de shows e de prêmios em festivais”, comentou.

O segundo lugar no Festival Teixeira Filho coube à dupla Divaney e Pratini, de Mirassol, com 176,9 pontos e a música “Meu Pai”. Em terceiro lugar ficou Renato e Devair, com 175 pontos pela música “Sonhos de Caboclo”. Além deles, o festival contou com as duplas Joselito e Rafael, Fábio e Paulinho, San e L.E. e o solo  Ademir Silva. Os três primeiros colocados ganharam R$ 1.500, R$ 1.300 e R$ 800, respectivamente.

O resultado do concurso foi divulgado após a apresentação da Orquestra Torrinhense de Viola Caipira, que deu um show com  músicas famosas e composições próprias. A corporação foi criada após o surgimento de uma associação que ensina jovens e adultos a tocarem viola. Também mantém um curso de fabricação de violas. O público aplaudiu e pediu “mais uma” antes de o Festival Caipira de Jaú de 2016 chegar ao fim.

Na avaliação do secretário André Galvão, o Festival cumpriu a promessa de levar música a vários locais, com a Virada Caipira em diversos pontos da cidade na primeira semana. E ajudou a promover o turismo na cidade nos dias 11 e 12, com grande público presente no Pouso Alegre. A estimativa dele é que o festival atraiu mais de 2.000 pessoas aos eventos. Agora, é esperar pelo Festival de Inverno de Jahu, que começa em julho com atrações especialmente selecionadas.


Anteriores - Em 2015, a dupla campeã foi Alex e Adriano, de Jaú. Em segundo lugar ficou a dupla de São José do Rio Preto Adriano Reis e Cuiabá. Em terceiro lugar ficou a dupla formada por pai e filho, Bruno Viola e J. Silva, de Itapeva.

Em 2014, a dupla campeã foi a Irmãos Caipira (Rafael e Darliene), de Cabrália Paulista. Em segundo lugar ficou Adriano Reis e Cuiabá (São José do Rio Preto), seguido por Vitor Hugo e Gustavo, de Mirassol (terceiro).

Em 2013, a disputa foi acirrada com o título de melhor dupla sendo entregue aos cantores Augusto César e Gustavo, de São Manuel. Em segundo lugar no festival ficou a dupla Adriano Reis e Cuiabá, de São José do Rio Preto. Na sequência ficaram: Tony Garcia e Divaney (José Bonifácio).

O objetivo do Festival Caipira é resgatar, trabalhar e fortalecer a identidade cultural do universo caipira; estimular ações de educação ambiental pela cultura; fortalecer e desenvolver o turismo cultural e gastronômico e incentivar o imaginário das figuras mitológicas caipiras junto às crianças. 

O Festival ocorre fundamentalmente no Bairro do Pouso Alegre. Fundado no século 19, abriga uma igreja e casario com estilo eclético, compondo paisagem bucólica cercada por matas e riachos. A intenção de centralizar o festival no local é resgatar a identidade caipira por intermédio de diversas formas de arte.

FOTOS DE 2016

Festival Caipira  - Festival de Música Teixeira Filho - FOTOS

Festival Caipira - Orquestra Torrinhense de Viola - FOTOS

Festival Caipira - Célio e Nando - FOTOS

Festival Caipira - João Luiz e Rei Divino e João Kakoy e Geninho - FOTOS

Festival Caipira - Cavalgada São José-Pouso Alegre - FOTOS

Festival Caipira - Festival de Música Autoral - FOTOS

Festival Caipira - Índio Cachoeira e Santarém - FOTOS

Festival Caipira - Paulo Vitto e Luciano - FOTOS

Festival Caipira - Dudu Galvão e Marco Munhoz - FOTOS

Festival Caipira - Tayson na Fatec - FOTOS

Festival Caipira - Zé Catira e Zé Maria - FOTOS

 

Festival Caipira - Folia de Reis de Caipira - FOTOS 

Seja o primeiro a comentar esta notícia

Prefeitura Municipal de Jahu - Rua Paissandu, 444 - Centro - CEP: 17201-900 - Telefone: (14) 3602-1777

© Todos os direitos reservados - Prefeitura Municipal de Jahu | BiG DESiGNER