Jaú, Terça-Feira - 26/09/2017

..........................

Prefeitura de Jahu inaugura Base Descentralizada do SAMU no Distrito de Potunduva

 

A Prefeitura de Jahu, por meio da Secretaria de Saúde, e em parceria com o Governo Federal, inaugurou na manhã de sábado (16/04), no Distrito de Potunduva, Base Descentralizada do SAMU 192 de Jahu - Distrito de Potunduva.


A sede, localizada à Rua São José, 316 (junto ao Pronto Atendimento do Distrito de Potunduva), está em funcionamento há um mês, período em que realizou 108 atendimentos. A unidade conta com unidade de suporte básico (USB), com enfermeiro ou técnico de enfermagem e condutor socorrista. O espaço no Pronto atendimento foi remodelado a fim de receber a base descentralizada, conforme normas técnicas do Ministério da Saúde.


"Vencemos mais um desafio no Distrito de Potunduva, com a inauguração dessa Base Descentralizada do SAMU. Esse era um compromisso que a administração tinha com o bairro. Para que a entrega desse equipamento público ocorresse, somamos esforços, tivemos comprometimento, luta e trabalho. É muito gratificante saber que hoje, o Distrito de Potunduva tem uma estrutura de saúde pública superior a de cidades maiores. A equipe da Base Descentralizada do SAMU foi treinada especificamente para salvar vidas", reforça o prefeito, Rafael Agostini.


Ainda durante seu discurso, o prefeito ressaltou que a Prefeitura instalou no Distrito de Potunduva nos últimos anos procedimentos ambulatoriais com exames que não eram realizados anteriormente no bairro (como o eletrocardiograma e ultrassom). Além disso, reforçou que a unidade de saúde básica foi totalmente reformada, que o número de médicos aumentou no bairro, que a logística de entrega de medicamentos foi reformulada e que foi conquistada, por meio de emenda parlamentar, uma ambulância nova para o bairro.


Segundo a Secretaria, o objetivo da Base Descentralizada, que funciona 24 horas por dia, é atender a população do Distrito de Potunduva de forma eficaz, com resposta mais rápida aos chamados, aumentando as chances de garantir a sobrevivência nos casos de baixa e média complexidade. O SAMU realiza o atendimento em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas. O socorro é feito depois de chamada gratuita para o telefone 192. A ligação é atendida pela auxiliar de Regulação Médica na Central de Regulação. Esse profissional identifica a chamada e transfere o telefonema para o médico regulador, que faz o diagnóstico da situação e inicia o atendimento naquele instante, orientando o paciente ou a pessoa que fez o chamado sobre as primeiras ações. Ao mesmo tempo, o médico regulador avalia qual o melhor procedimento para o paciente: situações de baixa complexidade são atendidas por uma ambulância tipo A, com condutor socorrista; queixas de média complexidade são socorridas por Unidade de Suporte Básico (USB), com condutor socorrista e enfermeiro ou técnico de enfermagem; e chamamentos de alta complexidade são atendidos por Unidade de Suporte Avançado (USA), com médico intervencionista, enfermeiro, técnico de enfermagem e condutor socorrista.


Ainda conforme a Secretaria, o SAMU deve ser acionado em caso de urgência, como problemas cardio-respiratórios, intoxicação, trauma e queimaduras graves, agressões físicas graves (como espancamentos, facadas e baleados), trabalhos de parto, acidentes automobilísticos com vítimas, choque elétrico, acidentes com produtos perigosos, crises hipertensivas, convulsões, diabetes, problemas neurológicos e psiquiátricos e afogamento. Para que possa funcionar de forma apropriada, ele deve ser acionado somente quando existe uma situação de urgência. "Peço às pessoas que orientem especialmente crianças e adolescentes para que não façam trotes com este serviço, para que não prejudiquem o atendimento de uma pessoa (que poderá ser seu familiar) em situação de risco de morte. Somente em Jaú, no ano de 2016, já ocorreram 435 trotes. Evite sobrecarregar o sistema com outros problemas que não caracterizam como tal. Colabore com o SAMU. Chame-o com responsabilidade. Vidas dependem disso", afirma o secretário de Saúde, Dr. Paulo Mattar.


O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência foi implantado em Jaú em 2004, passando a ser Base Regional em 2012. Com a instalação do SAMU no Distrito de Potunduva, o serviço foi ampliado. Os moradores do local terão atendimento de urgência e emergência em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas.


 

Desta forma, o SAMU atenderá Jaú, Itapuí e o Distrito de Potunduva. Serão mais de 154 mil habitantes atendidos pela Central de Regulação de Jaú.

Seja o primeiro a comentar esta notícia

Prefeitura Municipal de Jahu - Rua Paissandu, 444 - Centro - CEP: 17201-900 - Telefone: (14) 3602-1777

© Todos os direitos reservados - Prefeitura Municipal de Jahu | BiG DESiGNER