Jaú, Quinta-Feira - 17/08/2017

..........................

Judô jauense se fortalece com parcerias

REPRODUÇÃO DO JORNAL COMÉRCIO DO JAHU DE 27/12/2015


 Hercílio


É um clichê no meio esportivo dizer que uma equipe unida forma uma “família”. Porém, no caso do judô jauense, não existe definição melhor para resumir o sentimento de quem está envolvido no trabalho das escolinhas de iniciação esportiva da cidade. Disciplina, respeito e educação vêm em primeiro lugar. Depois, os resultados.

São centenas de crianças e adolescentes participando das atividades que ocorrem principalmente na piscina municipal e em demais instituições de Jaú. A supervisão fica com o sensei (professor) de judô Hercílio Aparecido Benedicto, 50 anos de idade e 37 dedicados à modalidade do caminho suave (leia texto abaixo).

Com os resultados obtidos nas competições, o Município sempre foi referência nessa arte marcial. Nos últimos anos, entretanto, um número maior de judocas têm conseguido medalhas nos torneios regionais, estaduais e até nacionais. Nos Jogos Abertos do Interior deste ano, realizados em Barretos, a equipe masculina de judô de Jaú voltou a disputar a competição – o que não ocorria desde 2004 – e terminou em quinto lugar. Já a equipe feminina foi campeã na classificação geral – o que ajudou a cidade a obter o oitavo lugar na pontuação final dos Abertos-2015.

Para o sensei Hercílio Benedicto, o aumento no número de colaboradores do judô fez com o que o projeto se alastrasse pelos quatro cantos da cidade. “Temos o respaldo da Secretaria de Esportes, da Associação de Judô Aleixo e demais entidades que nos apoiam. Esse projeto existe há bastante tempo e com essas parcerias ele vai ficando mais forte. Sem eles nada disso seria possível”, explica Benedicto.


Dedicação


O sensei explica que o judô é voltado principalmente para a disciplina do aluno – e depois vem a competição. Ele conta casos de jovens que foram encaminhados por projetos sociais e que hoje conquistam medalhas em torneios. Para ajudá-lo na manutenção das atividades, o instrutor da arte marcial conta com uma equipe de colaboradores.

Como é o caso do judoca Pedro Luiz Navarro, 48 anos, o mais experiente do grupo. Ele começou a lutar judô com o próprio Hercílio, ainda na Polícia Mirim de Jaú, no início dos anos 1980. Seguiu no esporte e hoje conquista medalhas nos campeonatos master. “É muito importante afastar os jovens das ruas e investir na socialização. Aqui eles praticam esporte e estudam. Com o tempo, e principalmente paciência e dedicação, eles se tornarão um bom cidadão”, afirma Navarro.

Um exemplo de transformação pelo esporte é o estudante Alan Mateus Pires de Mattos, 18 anos, que foi encaminhado pela Pastoral do Menor aos sete anos de idade e hoje colhe os frutos da sua dedicação no judô. Neste ano, ele trouxe a medalha de ouro nos Jogos Abertos. Mattos sagrou-se campeão na categoria superligeiro (até 55 kg). Ele pretende seguir no judô, mas também tem outros planos para o futuro. “O judô é mais que um esporte. É um estilo de vida. A medalha ficará pelo caminho. Além de você praticar um esporte, você constrói amizades e é isso que fica.” (Ricardo Recchia/Comércio do Jahu)



Uma família que luta unida


Os irmãos Rebeca, Israel, Raquel e a pequena Débora França Nascimento: conquistas no tatame (FOTO - CAROLINA CHAMARICONE)


Quatro irmãos, entre 7 e 19 anos de idade, saem diariamente da fazenda Santo Antônio dos Ipês (Amadeu Botelho), zona rural de Jaú, para praticar judô na piscina municipal. Orgulhosos, exibem as medalhas que conquistaram nos torneios que já disputaram. Até a pequena Débora França Nascimento, 7, tem a sua medalhinha no peito. Ela não hesita em falar que “gosta muito” de praticar o judô. “Eu gosto muito da convivência com o pessoal do judô”, conta Rebeca França Nascimento, 14 anos, na companhia dos irmãos mais velhos Israel França Nascimento, 19, e Raquel França Nascimento, 18. Os treinamentos são praticamente diários, e eles contam que o esporte já faz parte da rotina da família – assim como os estudos.


Mãe da aluna Andressa Camilly da Silva, 12 anos, a auxiliar de indústria Aline Galego, 34 anos, acompanha sempre a filha nas aulas de judô. Andressa já é federada e pode participar de competições. “Ela nunca teve problemas de indisciplina, mas depois que passou a praticar o esporte começou a se relacionar melhor com as pessoas. O judô é isso, companheirismo, educação, respeito”, diz Aline.


Programação


Os treinamentos de judô na piscina municipal ocorrem às terças e quintas-feiras, das 14h30 às 16h30, e às quartas e sextas-feiras das 8h30 às 10h30. Para os maiores de 14 anos de idade as aulas são às segundas, quartas e sextas-feiras, das 17h às 19h. Mais informações pelos telefones: (14) 3602-4772 e 3602-4773. (RR)

Seja o primeiro a comentar esta notícia

Prefeitura Municipal de Jahu - Rua Paissandu, 444 - Centro - CEP: 17201-900 - Telefone: (14) 3602-1777

© Todos os direitos reservados - Prefeitura Municipal de Jahu | BiG DESiGNER