INSERT command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA'UPDATE command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA' Prefeitura Municipal de Jahu

Jaú, Terça-Feira - 25/04/2017

..........................

Prefeitura confirma passagem da Tocha Olímpica por Jaú em 2016

Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016 divulga programação do revezamento da tocha e reserva o dia 18 de julho de 2016 para passagem do símbolo pela cidade

 

A Prefeitura de Jahu, por meio da Secretaria de Esportes, recebeu a confirmação do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016 de que o Revezamento da Tocha Olímpica passará pela cidade no dia 18 de julho de 2016, a 19 dias da abertura da competição a ser realizada na cidade do Rio de Janeiro. Dois ex-atletas olímpicos foram indicados pelo Município para serem os condutores oficiais do símbolo: Claudio Roberto Sousa e Renata de Oliveira Burgos.

O secretário de Esportes de Jaú, Celso Antonio Vequi Júnior, disse que outros jauenses poderão conduzir a tocha, uma vez que o Rio 2016 e patrocinadores do evento fizeram cadastro e campanha para selecionar pessoas – a listagem oficial será anunciada em fevereiro de 2016. “A tocha passará dia 18 de julho de 2016 em Jaú, provavelmente vindo de Bauru.” Os indicados oficiais pelo Município deverão conduzi-la por cerca de 200 metros cada um.

De acordo com o secretário, o Município de Jahu pleiteou receber a Tocha Olímpica, o que foi confirmado nesta semana. Assim, Jaú entra na lista das cerca de 300 cidades do País que vão ter a honra de viver um momento único na história, a passagem do fogo olímpico. Outras cidades do Estado estão no roteiro olímpico, como Bauru, Campinas, Franca, Itapetininga, Osasco, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos e São Paulo.

A Tocha Olímpica vai viajar por todo o Brasil. Serão cerca de 90 dias de revezamento passando por mais de 300 cidades. Segundo Celso Vequi, integrantes do Comitê Organizador rio 2016 virão a Jaú em 18 de janeiro se 2016 para definir detalhes da passagem pela cidade da Tocha.

O revezamento começará em Olímpia, na Grécia, 100 dias antes da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Da Grécia, a chama Olímpica viaja até o Brasil, onde começa a trilhar o seu caminho rumo ao Rio de Janeiro, sua parada final. A essência do revezamento é passar a chama Olímpica de um condutor da tocha para outro, envolvendo todo o país no clima dos Jogos, que serão realizados de 5 a 21 de agosto de 2016.

 

Condutores – O secretário Celso Vequi conta que o Comitê Organizador Rio 2016 pediu indicação de duas pessoas da cidade com ligação ao evento a ser realizado no Rio 2016 para serem os representantes oficiais do Município do Revezamento da Tocha. A indicação foi para dois ex-atletas olímpicos que moram na cidade.

A nadadora Renata Burgos é jauense e começou a nadar nas escolinhas esportivas da Prefeitura. Fez carreira internacional, que teve o ápice na Olimpíada de Atenas/Grécia em 2004, quando disputou o revezamento 4 x 100 livre pela equipe brasileira. Recentemente ela foi homenageada em sessão na Câmara Municipal.

O velocista Claudinho Sousa é medalhista olímpico em Sidney/Austrália no ano 2000, integrando o revezamento de 4 x 100 metros. Claudinho mora em Jaú e coordena o projeto Cidadão Olímpico – Correndo na Frente, criado em 2013 com apoio da Prefeitura de Jahu e patrocínio da Caixa.

 

A Tocha Olímpica

A Chama Olímpica é um importante símbolo na história dos Jogos Olímpicos e representa a paz, a união e a amizade. A chama é conduzida através das Tochas, em um grande revezamento que leva a mensagem Olímpica para além da cidade-sede e que termina com o acendimento da pira na Cerimônia de Abertura dos Jogos.

Como um dos principais atributos de inovação da Tocha Olímpica Rio 2016, os segmentos se abrem, revelando elementos de brasilidade: diversidade harmônica, energia contagiante e natureza exuberante, com o solo, o mar, as montanhas, o céu e o sol representados nas cores da bandeira do Brasil

O Céu

O ponto mais alto da Tocha Olímpica é representado pelo Sol, que assim como o brasileiro, brilha e ilumina por onde passa. Sua cor remete ao ouro, que representa a conquista máxima dos Jogos.

As Montanhas

A beleza natural do Rio, expressa nas curvas verdes de seus morros e vales

O Mar

Ondulações azuis, orgânicas e fluidas representam o mar, tão presente nas paisagens do Brasil e do Rio.

O chão

Nossa terra, que faz parte da nossa história. Representada pelo calçadão de Copacabana, o pedacinho de chão mais famoso do Brasil.

 

Perfil de Renata Burgos

Ela deu as primeiras braçadas aos 7 anos de idade, competindo pela equipe Prefeitura/XV de Jaú. Nadou sobe orientação do técnico Rinaldo Luchesi, o Bill, e levantou muitos troféus, quebrou recordes e se transformou na principal nadadora de Jaú em todos os tempos. Renata é formada em publicidade e propaganda e em administração de empresas. Recentemente concluiu a pós-graduação em gestão de pessoas.

As primeiras conquistas na natação incluem seis campeonatos paulistas consecutivos, entre 1992 e 1996. Em 2002 participou com a seleção brasileira da etapa nacional da Copa do Mundo. Conquistou duas medalhas de bronze, nos 50 e 100 metros nado livre. Em 2003 foi convocada para o Mundial Universitário na Coréia do Sul, onde ficou na décima quinta colocação, a três centésimos do índice para o Pan-Americano de Santo Domingo.

No ano seguinte viria a consagração. Renata integrou a seleção brasileira que foi aos Jogos Olímpicos de Atenas, na Grécia. Ao lado de outras três nadadoras, bateu o recorde sul-americano no revezamento 4x100 nado livre. Em 2005 representou o Brasil nos Jogos de Bogotá, na Colômbia. Foi campeã em três categorias diferentes. Um ano depois representou o país no Pan Pacific no Canadá.

A trajetória vitoriosa da atleta ainda reservaria momentos especiais. Em 2010, Renata estabeleceu suas melhores marcas individuais. nos 50 e 100 metros nado livre, e 50 metros borboleta. Ela tem no currículo seis títulos dos Jogos Regionais, foi bicampeã nos Jogos Abertos do Interior, oito vezes campeã paulista; tem três títulos da Copa Mercosul, sete participações em campeonatos brasileiros; foi finalista em 14 edições do brasileiro absoluto, participou de mundiais, copas do mundo e quebrou recorde em uma Olimpíada. Atualmente, aos 33 anos, Renata ainda treina em Jaú e defende a cidade em competições.

 

Perfil de Claudio Roberto Sousa

Cláudio Roberto Sousa, o Claudinho, ganhou vários títulos em competições como o Campeonato Brasileiro de Menores, Campeonato Brasileiro Juvenil 100m e Campeonato Norte-Nordeste 100m, em que é recordista. Em 2000, já em outro patamar, Cláudio integrou a equipe nacional de revezamento 4x100m, nos Jogos Olímpicos de Sydney – Austrália. Ele disputou a semifinal e ajudou na classificação do quarteto, que ficou a medalha de prata. Em 2001, foi titular e finalista no 4x100m, no Mundial de Edmonton – Canadá. Em 2003, em Paris, na França, finalizou a corrida da equipe, que conquistou o vice-campeonato mundial da prova.

Nascido em 14 de outubro de 1973, Cláudio Roberto é um dos 10 melhores atletas do Ranking Brasileiro nas provas de sua especialidade: nos 100m, tem 10.19, tempo alcançado em 2002, em São Paulo; e nos 200m, tem 20.24, marca feita em 2003, em Cochabamba, na Bolívia. Nos principais momentos de sua carreira, Cláudio teve como técnico e grande incentivador o ex-atleta paulista Katsuhiko Nakaya.

 

Depois de várias conquistas no atletismo e de dar muitas alegrias ao torcedor brasileiro, Cláudio Roberto encerrou sua carreira em 2009. A partir de então, passou a se dedicar exclusivamente a um projeto na cidade de Jaú, onde escolheu para morar. Com o objetivo de fazer a iniciação esportiva no atletismo e, consequentemente, apontar novos talentos, o projeto envolve atualmente mais de 100 crianças no projeto Cidadão Olímpico. Ele é também um dos nossos “Heróis do Atletismo”.

Seja o primeiro a comentar esta notícia

Prefeitura Municipal de Jahu - Rua Paissandu, 444 - Centro - CEP: 17201-900 - Telefone: (14) 3602-1777

© Todos os direitos reservados - Prefeitura Municipal de Jahu | BiG DESiGNER