Jaú, Segunda-Feira - 18/12/2017

..........................

Com apoio da Prefeitura, Feicomex alavanca negócios do pequeno produtor rural

 

Prefeito abre Feira de Inovação e Negócios da Agricultura Familiar Organizada para Mercados Interno e Externo; evento prossegue até sábado no Recinto de Exposições Sebastião Camargo

 

A Prefeitura de Jahu, por meio da Secretaria de Agricultura, em parceria entidades e associações ligadas à agricultura familiar, participou nesta terça-feira (27/10) da abertura oficial da Feicomex (Feira de Inovação e Negócios da Agricultura Familiar Organizada para Mercados Interno e Externo), cujo objetivo é promover e alavancar os negócios do pequeno produtor e de toda a cadeia produtiva do setor rural. A solenidade foi realizada no auditório ino Recinto de Exposições Sebastião Ferraz de Camargo, no Jardim Padre Augusto Sani.

 O prefeito Rafael Agostini esteve na feira e percorreu os estandes dos expositores – produtores, cooperativas, empresas de consultorias, associações, revendedores de implementos e demais produtos ligados à agricultura. Com ele estava o secretário de Agricultura de Jaú, José Carlos Borgo. A presidente da Câmara, Cléo Furquim, também esteve no evento. Secretários municipais e vereadores entre outras autoridades de Jaú e região visitaram a Feicomex nesse seu primeiro dia.

 O evento, que vai até o dia 31 de outubro, é voltado para a agricultura familiar e organizado pela D7 Eventos e Feiras. Contam com as parcerias da própria Prefeitura de Jahu e ainda da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado e Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), com apoio da Cooperativa Agrícola da Zona do Jahu,Associação dos Plantadores de Cana da Região de Jaú, Sindicato Rural de Jaú, Associação Brasileira de Noz Macadâmia e Sebrae. Também conta com apoio dos projetos Brasil Próximo, Câmara Brasil-Angola e Trade Brasil-Mix.

 Apoio - Na abertura da Feicomex, o secretário José Carlos Borgo falou que o projeto da feira tem quase dois anos e que agora ela se materializa graças ao apoio de todos os parceiros envolvidos. Segundo ele, os quatro dias de palestras (terça a sexta-feira) vão ser fundamentais para ajudar a capacitar o pequeno produtor rural. O objetivo é alavancar os pequenos negócios no Estado de São Paulo, aproximando o produtor do consumidor final, por meio de parcerias e cooperativas de apoio à agricultura familiar.

 O prefeito Rafael Agostini saudou os participantes da Feicomex e destacou que por meio de parcerias o setor está buscando alternativas para melhorar a renda do pequeno produtor. “Esse evento é resultado de um esforço coletivo, de um grande diálogo iniciado em 2014, onde Prefeitura, CATI, Associcana, Cooperativa, Sindicato... começamos a buscar alternativas para a agricultura, especialmente para o pequeno produtor, num momento de dificuldade que nossa economia atravessa. Estamos coroando esse trabalho que começou graças a esse diálogo e união de forças produtivas de nossa cidade.”

 Rafael ressaltou a interação de forças da cidade e a soma de esforços para viabilizar a feira, dando uma resposta às necessidades da economia. Para ele, a Feicomex é um avanço em busca de encontrar caminhos para o setor agrícola. Ele espera que a feira seja proveitosa, ajude a capacitar os produtores e seja a semente para o setor melhorar sua situação, sua produtividade e suas alternativas de fornecimento.

 Desafios - Diretor técnico do Escritório de Desenvolvimento Rural de Jaú, o engenheiro João André Miranda de Almeida Prado, representou o secretário estadual de Agricultura, Arnaldo Jardim, que teve um contratempo e não compareceu ao evento. Ele ressaltou o trabalho da CATI na tentativa de diversificar as culturas e valorizar o pequeno e médio produtor. Citou o programa de microbacias, cujo desafio é apoiar o produtor e melhorar o acesso dele ao mercado na hora de comercializar a produção.

 João André disse que a Feicomex é focada nos produtores e destacou que entre as palestras está a que fala de cooperativismo. Para ele, só a união em associações e cooperativas podem garantir o crescimento da agricultura familiar. “Outra saída é aproximar a produção do consumidor final”, ressaltando a necessidade de diminuir a presença do intermediário. “Muitas vezes aumenta 10 vezes o preço do produto ao consumidor final.”

 Palestras - A programação da feira inclui show-room de máquinas e equipamentos e diversas palestras focadas na capacitação do agricultor familiar. Serão diversas palestras abordando temas de aproximação de produtores, associações e cooperativa aos mercados de compra tanto na área pública como privada. A feira contará com exposição de projetos, equipamentos e máquinas, fornecedores, associações e cooperativas e instituições públicas.

 Os organizadores informam que a feira é o início de um projeto que visa atuar diretamente na capacitação de associações e cooperativas de pequeno e médio porte para acesso a novos mercados de compra e, agregar valor ao trabalho, além de apresentar algumas alternativas de projetos, os quais poderão ser desenvolvidos na região.

 Um dos destaques nas palestras é o projeto “Microbacias II - Acesso a Mercado”, de desenvolvimento sustentável da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e CATI-SP, voltado a associações e cooperativas agrícolas. O Microbacias II está em parceria com a feira, é um projeto que visa agregar valores a novos empreendimentos de associações e cooperativas, contando hoje com mais de 200 projetos aprovados.

 Negócios - Será apresentada, pela rede Wal Mart palestra sobre o Clube de Produtores, um projeto sustentável de lançado em 2002. O Clube dos Produtores é um programa do Wal-Mart Brasil que visa proporcionar a pequenos e médios produtores rurais o acesso ao grande varejo, além de apoiar a agricultura familiar.

 O programa ajuda a melhorar as condições de trabalho desses produtores, que são responsáveis por 70% dos alimentos que chegam às casas dos brasileiros, sempre de acordo com a legislação ambiental, os direitos humanos, o meio ambiente e as boas práticas agrícolas.

 Os organizadores informam que a Feicomex terá o Ministério de Desenvolvimento Agrário falando sobre as políticas e programas do governo federal, de incentivos a agricultura familiar. O (FEAP) Fundo de Expansão do Agronegócio Paulista vai abordar as linhas de crédito para incentivos à produção e comercialização de produtos agrícolas do governo do Estado de São Paulo.

 Painéis em debate – Após a abertura oficial começou a série de palestras com o Painel de Cooperativismo. No segundo dia (quarta-feira, 28/10), as palestras vão abordar o Painel de Frutas, Legumes e Verduras, com seis palestras, sendo duas a partir das 10h e mais quatro após as 14h.

 O terceiro dia da Feicomex (quinta-feira, 29/10) ocorrem palestras e oficinas no Painel de Grãos, sendo duas palestras a partir das 10h e seis a partir das 13h. No quarto dia (sexta-feira, 30/10) o tema será o Painel de Mercados, com palestras objetivando orientar o pequeno produtor a agregar valor ao seu produto, sendo duas palestras a partir das 10h e três após as 14h.

 Palestras:

 27/10 – Painel de Cooperativismo (3 palestras) a partir das 14h

 28/10 – Painel de Frutas, Legumes e Verduras (6 palestras) a partir das 10h

 29/10 – Painel de Grãos (7 palestras) a partir das 10h

 30/10 – Painel de Mercado (5 palestras) a partir das 10h

 SITE OFICIAL:

 

www.feicomex.com.br

 Borgo, Agricultura

 

Foto: Paulo César Grange/Prefeitura de Jahu

Seja o primeiro a comentar esta notícia

Prefeitura Municipal de Jahu - Rua Paissandu, 444 - Centro - CEP: 17201-900 - Telefone: (14) 3602-1777

© Todos os direitos reservados - Prefeitura Municipal de Jahu | BiG DESiGNER