INSERT command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA'UPDATE command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA' Prefeitura Municipal de Jahu

Jaú, Domingo - 30/04/2017

..........................

Dema Basso faz lançamento de CD e Associação dos Surdos abre exposição

Eventos culturais fazem parte da programação do fim de semana da Prefeitura de Jahu

 

 

 

A Prefeitura de Jahu, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, tem dois eventos na agenda cultural deste fim de semana. Ambos no sábado. Às 16h30 será aberta a Exposição da Comunidade Surda de Jaú e Região no Museu Municipal, permanecendo para visitação até 30 de setembro. Às 20h, no Cinema Municipal, o músico Dema Basso toca e canta as músicas de seu novo CD, “Para Guerreiros”. Os dois eventos têm entrada franca.

O Cinema Municipal Clodomiro Celulari recebe, às 20h, o músico Dema Basso e amigos para o lançamento do CD “Para Guerreiros”. Em seu repertório músicas que transitam entre o rock e pop com suingues bem à brasileira.

Com músicas como “Aprendiz de Guerreiro”, “Anjo Meu” e “Coração Capataz”, Dema pretende interpretar músicas que criem sentido e significados em seus ouvintes e que além de ser uma boa enquanto arte, também sejam edificantes para as pessoas. Dema será acompanhado pelos integrantes da Banda Lady Jane. Uma boa oportunidade para o sábado a noite!

“Amigos guerreiros, convida a todos para o show de lançamento do meu CD. Conto com a presença de vocês para fazermos uma maravilhosa viagem nas 11 canções do disco”, convida Ademir Basso, que além de músico é psicólogo e diretor da Vigilância Sanitária.

A Exposição da História da Comunidade Surda de Jaú e Região é uma trabalho da Associação dos Surdos de Jaú e Região (ASJA) para comemorar o Setembro Azul, fazendo com que desta forma ocorra o resgate e a conservação da história e da cultura surda de nossa cidade. A exposição ficará aberta ao público no Museu Municipal José Raphael Toscano até o dia 30 de setembro, sendo a sua abertura neste dia 5, às 16h30.

Este movimento também faz parte do Projeto de Intervenção de Educação Ambiental “ASJA VERDE”, desenvolvido pelos parceiros ASJA e Instituto Pró-Terra, cujo objetivo é promover a sensibilização e conscientização socioambiental dos participantes, resgatar o pertencimento quanto à história e a cultura surda, desenvolver habilidades individuais e coletivas e fortalecer a Associação por meio da sua sustentabilidade.

 

 

5 de setembro - Sábado

Cinema Municipal - 20h

Lançamento de CD: Dema Basso “Para Guerreiros”

Neste sábado, 5 de setembro, no Cinema Municipal Clodomiro Celulari, a partir das 20h, com entrada gratuita, ocorre o lançamento do CD de Dema Basso “Para Guerreiros”. Em seu repertório músicas que transitam entre o rock e pop com suingues bem à brasileira.

Com músicas como “Aprendiz de Guerreiro”, “Anjo Meu” e “Coração Capataz”, Dema pretende interpretar músicas que criem sentido e significados em seus ouvintes e que além de ser uma boa enquanto arte, também sejam edificantes para as pessoas. Dema será acompanhado pelos integrantes da Banda Lady Jane. Uma boa oportunidade para o sábado a noite!

“Amigos guerreiros, convida a todos para o show de lançamento do meu CD. Conto com a presença de vocês para fazermos uma maravilhosa viagem nas 11 canções do disco”, convida Ademir Basso, que além de músico é psicólogo e diretor da Vigilância Sanitária.

 

5 de setembro - Sábado

Museu Municipal - 16h30

Exposição da Comunidade Surda de Jaú e Região

A Exposição da História da Comunidade Surda de Jaú e Região consiste na ASJA (Associação dos Surdos de Jaú e Região) participar das comemorações do Setembro Azul, fazendo com que desta forma ocorra o resgate e a conservação da história e da cultura surda de nossa cidade. Por isso, esta exposição ficará aberta ao público no Museu Municipal José Raphael Toscano até o dia 30 de setembro, sendo a sua abertura no dia 5, sábado, às 16h30.

Este movimento também faz parte do Projeto de Intervenção de Educação Ambiental “ASJA VERDE”, desenvolvido pelos parceiros ASJA e Instituto Pró-Terra, cujo objetivo é promover a sensibilização e conscientização socioambiental dos participantes, resgatar o pertencimento quanto à história e a cultura surda, desenvolver habilidades individuais e coletivas e fortalecer a Associação por meio da sua sustentabilidade.

 

O mês de setembro é um mês especial para a Comunidade Surda, visto que comemora-se o Dia do Surdo. Durante todo o mês setembro são realizados diversos eventos em todas as cidades do Brasil. A Comunidade Surda chama de "Setembro Azul". A data para a comemoração do Dia do Surdo é o 26 de setembro. Internacionalmente também se comemora o dia dos surdos. Ele é datado de 30 de setembro - "Dia Internacional dos Surdos". Escolheram esta data pela lembrança do Congresso de Milão ocorrido no mês de setembro de 1880, no qual foi analisado e determinado a proibição do uso das Línguas de Sinais na Educação dos Surdos em Mundo, um marco triste para esta comunidade.

O "Setembro Azul" é um grande marco histórico das lutas e conquistas dos Surdos que, destacamos as lutas pelos direitos linguísticos e culturais. Consideramos ser importante a comemoração do Dia do Surdo para que neste momento a Sociedade Brasileira tenha mais uma oportunidade de receber informações sobre a Comunidade Surda.

A Comunidade Surda conquistou o reconhecimento nacional sobre a LIBRAS - Língua Brasileira de Sinais como uma língua natural, registrado na Lei Nº 10.436 de 24 de abril de 2002 e Decreto Nº 5.626/2005, respeitando os valores da Linguística e Cultura dos Surdos, respeitando a LIBRAS como primeira Língua de Sinais dos Surdos e a Língua Portuguesa como segunda, como também o direito por Escolas Bilíngues para Surdos.

No processo de criação do nome "Setembro Azul", o azul também simboliza para a Comunidade Surda o período da Segunda Guerra Mundial em que as PcD deviam usar uma faixa de cor azul fixada no braço, sendo identificados e mortos pelos Nazistas, porque eles acreditam que os as pessoas com deficiência eram incapazes e dentre estes, os surdos eram classificados, não reconheciam o potencial dos Surdos. A comunidade surda ainda escolheu a cor Azul Turquesa, por ser uma cor "viva" para representa o SER SURDO, por não termos vergonha de sermos surdos, pois nós temos a nossa própria Língua de Sinais que faz parte da Cultura Linguística e também lutamos por sermos respeitados pela Sociedade Brasileira. Passamos por várias lutas e conquistamos muitos de nossos objetivos, marcados em Leis que tem como princípio o respeito aos Surdos e a sua diferença, como, por exemplo, a Lei de Acessibilidade Nº 10.098 de 19 de dezembro de 2000.

 É importante que todos os órgãos públicos e a sociedade brasileira reflitam sobre os Surdos, sobre a comemoração no Dia Nacional do Surdo, compreendendo os Surdos como cidadãos iguais aos outros, dando-lhes uma atenção mais justa e respeitando a Cultura Surda e a língua da Comunidade Surda. 

Seja o primeiro a comentar esta notícia

Prefeitura Municipal de Jahu - Rua Paissandu, 444 - Centro - CEP: 17201-900 - Telefone: (14) 3602-1777

© Todos os direitos reservados - Prefeitura Municipal de Jahu | BiG DESiGNER