INSERT command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA'UPDATE command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA' Prefeitura Municipal de Jahu

Jaú, Sexta-Feira - 21/07/2017

..........................

Prefeitura promove debate sobre escritor no Festival Hilda Hilst

Programação do evento literário tem três eventos nesta semana, com debate sobre Guilherme de Almeida no Museu, Cordel de Poesias no Sábado na Praça e Rock Kids para troca de livros na Estação Cultura

 

 

A Prefeitura e Jahu, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, dá continuidade nesta semana ao Festival Literário Hilda Hilst. São três atrações programadas para a semana, complementando a Feira Municipal do Livro, realizada de 22 a 26 de setembro no Aero Clube e que atraiu milhares de pessoas. Com o objetivo de incentivar o hábito da leitura e difundir a cultura, a feira organizada pela Secretaria de Educação contou com palestras, apresentações teatrais e musicais, paródias e oficinas com material produzido pelos alunos da rede municipal de ensino.

O Festival Literário que homenageia a grande escritora jauense vai ter debate sobre o escritor Guilherme de Almeida no Museu, quinta-feira à noite; apresentação do Cordel de Poesias no Sábado na Praça e o Rock Kids para troca de livros na Estação Cultura, também no sábado.

Nesta semana, um dos destaques do Festival Literário Hilda Hilst é o Café Literário sobre a obra do escritor Guilherme de Andrade e Almeida, na quinta-feira (2/10), às 20h, no Museu Municipal José Raphael Toscano. Organizado pelo Academia Jahuense de Letras o Café Literário vai reunir escritores e leitores interessados na obra do escritor que nasceu em Campinas, em 24 de julho de 1890.

Poeta paulista, eleito em 1957, o Príncipe dos Poetas Brasileiros, sua obra é marcada pela construção cuidadosa dos versos. Guilherme de Andrade e Almeida se formou em direito em 1912 e passou a exercer, paralelamente, a advocacia e o jornalismo. Trabalhou como cronista social e crítico cinematográfico, além de atuar como redator de diversos jornais paulistanos, entre eles “O Estado de S.Paulo”. A estréia na literatura acontece em 1917, com o livro “Nós”. Seguem-se “A Dança das Horas” (1919), “Encantamento” (1925), “Simplicidade” (1929), “Carta à Minha Noiva” (1931), “Cartas ao Meu Amor” (1941) e “Acalento de Bartira” (1954), entre outros.

Seus poemas apresentam, juntamente com o lirismo bem-composto, toques de ternura e exaltação amorosa, tornando-o muito popular entre o público feminino. Em 1922 participou da Semana de Arte Moderna e fundou a revista Klaxon. Viajou pelo país fazendo conferências e palestras nas quais defendia e divulgava os princípios da renovação artística e estética do modernismo. Mais tarde acentua as características formais e tradicionais de sua poesia, abandonando de certa forma os princípios da Semana de 22.

Membro da Academia Brasileira de Letras, morreu em São Paulo em 11 de julho de 1969, em sua casa, da Rua Macapá, no Pacaembu, em São Paulo – a "Casa da Colina" –, onde residia desde 1946. Adquirida pelo Governo do Estado na década de 1970, a residência do poeta tornou-se o museu biográfico e literário Casa Guilherme de Almeida, inaugurado em 1979, que abriga também, hoje, um Centro de Estudos de Tradução Literária.

 

 

Eventos - O Festival Literário Hilda Hilst terá no sábado (4/10), na Praça Ettore Suriano, durante o Sábado na Praça, o Cordel de Poesias. As pessoas serão incentivadas a produzir poemas e afixá-los no local. No mesmo dia, na Estação Cultura, ocorre o Rock Kids, com espaço para troca de livros. O Festival Literário Hilda Hilst vai até o dia 25 de outubro e tem o apoio da OSCIP (Organização da Sociedade Civil de interesse público) Benditus Literatus e da Academia Jahuense de Letras.

As atividades da Feira do Livro tiveram início no dia 22 de setembro no Teatro Municipal Elza Munerato com a palestra “Leitura e Escrita, um passaporte para a cidadania”, orientada pela Professora Doutora Emília Cipriano Sanches aos professores da rede municipal de ensino. “Considero importante essa abertura oficial voltada especialmente aos profissionais da educação, pois os professores são fundamentais para que a segunda edição da Feira Municipal do Livro aconteça”, falou a secretária de Educação, Daltira Maria de Castro Piragine Tumolo.

VEJA FOTOS DA FEIRA DO LIVRO

PARTE 1

PARTE 2

PARTE 3

PARTE 4 

Quem é Hilda Hilst - O Festival Literário homenageia a grande escritora jauense Hilda Hilst, nascida em Jaú no dia 21 de abril de 1930. Hilda é reconhecida quase pela unanimidade da crítica brasileira, como uma das principais autoras do Brasil e considerada uma das mais importantes vozes da Língua Portuguesa do século XX. Ousada e perspicaz com relação aos temas que escrevia.

Escreveu 41 livros nos três gêneros fundamentais: poesia lírica, dramaturgia e prosa narrativa alcançando resultados notáveis nos três estilos. Foi traduzida para o francês, italiano, espanhol, inglês e alemão. Apesar dos prêmios, notoriedade nacional e internacional, Hilda lamentava a alcunha de escritora difícil. Seu grande desejo era ser lida, entendida, ser uma escritora popular. Hilda sobreviveu para ver sua obra completa relançada pela Editora Globo em 2001 e veio a falecer no dia 4 de fevereiro de 2004.

Seja o primeiro a comentar esta notícia

Prefeitura Municipal de Jahu - Rua Paissandu, 444 - Centro - CEP: 17201-900 - Telefone: (14) 3602-1777

© Todos os direitos reservados - Prefeitura Municipal de Jahu | BiG DESiGNER