INSERT command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA'UPDATE command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA' Prefeitura Municipal de Jahu

Jaú, Terça-Feira - 25/04/2017

..........................

Tributo a Cauby Peixoto, Tribo de Jah e Estasom Rock agitam Festival de Inverno de Jaú

 tribo de Jah, show no sábado

 

FESTIVAL DE INVERNO DE JAÚ - 2014 - PROGRAMAÇÃO DE JULHO

FESTIVAL DE INVERNO DE JAÚ - 2014 - PROGRAMAÇÃO DE AGOSTO

Prefeitura programa 13 atrações culturais para o fim de semana, começando pelo tributo ao cantor Cauby Peixoto; cinema, exposição, subida da matriz e arte na praça integram a lista

 A Prefeitura de Jahu, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, preparou um fim de semana especial e repleto de atrações no Festival de Inverno de Jaú. São 13 eventos culturais de sexta-feira a domingo, incluindo cinema, shows musicais, passeio pelo patrimônio, exposição e arte na praça. A lista de destaques inclui Tributo a Cauby Peixoto nesta sexta-feira no Teatro Municipal, passeio Subida da Matriz e Tribo de Jah no sábado e Estasom Rock no domingo.

O Festival de Inverno teve sua abertura na noite de quinta-feira (17/08), com a Jahu Jazz Band e o maestro Chiquinho Oliveira, e vai se estender até 10 de agosto. São 76 os eventos programados pela Prefeitura, todos gratuitos. Em dois, no entanto, os organizadores pedem doação a de alimentos ou de ração para cachorros pois são eventos beneficentes - Estação Rock, dia 20/07, 1 kg de alimento ou R$ 5.00; e o lançamento do CD Griswolds, 3/08, 1 kg de ração para cachorro.

Gerente da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, Jeferson Miranda, convida a população para participar das atrações. Ele lembra que nesta sexta-feira, dia 18, o Cinema Municipal exibe dois filmes gratuitamente. Na sessão da tarde será exibido a Fuga do Planeta Terra, filme que permanecerá em cartaz até o dia 24 de julho. À noite será exibido o filme A Menina que Roubava Livros, às 20h, mas antes vai ser feito o lançamento oficial do vídeo de turismo inclusivo criado pela Prefeitura e desenvolvido pelo chefe de Turismo, João Castro, e pela Associação Jauense dos Surdos (http://www.jau.sp.gov.br/turismo_inclusivo.php).

Ainda na sexta-feira vai ser realizado um grande espetáculo musical, o Tributo a Cauby Peixoto, com o jauense Fred Campos subindo ao palco para uma interpretação fiel das músicas eternizadas pelo artista, utilizando figurino de época, adereços e trejeitos. Paralelamente será inaugurada a Exposição De 32, no Museu Municipal, em alusão à Revolução Constitucionalista.

Jeferson Miranda informa que o Festival de Inverno começa cedo no sábado, dia 19, com o Sábado na Praça e o Trio Café com Leite, na Praça Ettore Suriano, a partir das 10h. Às 14h tem a Subida da Matriz, desta vez com a participação de surdos num passeio inclusivo – todos podem participar, desde que tenham acima de 12 anos de idade. Além das sessões de cinema, o sábado terá a apresentação da banda de reggae Tribo de Jah no palco da Estação Cultura, às 20h.

No domingo, segundo o gerente da Secretaria de Cultura, o Festival continua com as sessões de cinema e apresenta como destaque mais uma edição do Estasom Rock, com a presença de três bandas a partir das 15h. A segunda semana de eventos vai começar na segunda-feira, no Cinema Municipal, com o Café Filosófico “Rastros da Revolução Constitucionalista”, coordenado pelo escritor Antonio Fernando Reginato.

 

18 de julho - Sexta-feira

Cinema Municipal – 14h

Festival Sessão da Tarde

Filme: Fuga do Planeta Terra

O viajante espacial mais famoso de Planeta Baab, Scorch Supernova, é um herói global cujas explorações interplanetárias são transmitidas na televisão, para alegria dos seus entusiastas fãs. Com a ajuda do seu inteligentíssimo irmão Gary, chefe do Controlo de Missão da AAEB, Scorch tornou-se uma lenda, ganhando o amor da gira repórter televisiva Gabby Babblebrock e a devoção de Kip, o filho de Gary e Kira Supernova, que adora heróis. Quando a pouco equilibrada chefe da AAEB, Lena, intercepta um pedido de ajuda do Planeta Negro - um mundo famosamente perigoso num dos recantos mais remotos do universo - Scorch aproveita a hipótese de tentar uma missão de salvamento que só surge uma vez na vida. Mas Gary tenta convencer o irmão a não fazer a viagem, pois sabe que nunca nenhum explorador interplanetário regressou desse mundo distante. Scorch percebe, tarde demais, que foi atraído a uma armadilha mortal, preparada por um líder militar com delírios de poder chamado General Shanker. Quando a armadilha se fecha, prendendo Scorch e algumas das mentes mais brilhantes do universo, Gary corre em seu auxílio. É assim que descobre um plano interplanetário que apenas o seu cérebro e os músculos de Scorch podem impedi.

Livre - Dublado

 

Museu Municipal - 19h

Exposição: “De 32”

Excelente oportunidade não só para conhecer melhor a Revolução de 1932, como também uma excelente pedida para estudantes e pesquisadores interessados em estudar ainda mais sobre o tema e sobre a história de São Paulo. A belíssima exposição conta com um acervo rico que chama a atenção pela organização e pela atenção e dedicação do organizador em atender os anseios de quem visita o memorial.

A exposição é organizada por Marcus Tadeu do Carmo, professor de história e entusiasta do assunto, mas conta com peças de seu acervo pessoal, do acervo de Antônio Fernandez Reginato, presidente do MMDC de Jahu e com peças da reserva técnica do museu municipal Rafael Toscano.

Na exposição os visitantes poderão ver medalhas, pinturas, armas antigas, documentos, fotografias e cartazes da Revolução Constitucionalista de 1932.

 

Cinema Municipal - 20h

Sessão Pipoca

Filme: A Menina que Roubava Livros

Adaptação de A Menina que Roubava Livros, do australiano Markus Zusak, o filme acompanha a história de Liesel Meminger (interpretada pela canadense Sophie Nélisse. Durante a Segunda Guerra Mundial, Liesel e seu irmão são deixados pelos pais e adotados por um casal vivido por Geoffrey Rush (O Discurso do Rei) e Emily Watson (Anna Karenina). O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. Ela aprende a ler com o incentivo de sua nova família e Max, um judeu refugiado que eles escondem baixo às escada. Para Liesel e Max, o poder das palavras e da imaginação se transformam em escape dos tumultuosos eventos que acontecem ao seu redor. Em meio ao caos, a jovem encontra a jovem encontra refúgio na literatura para sobreviver. Ajudada por seu pai adotivo, ela passa a roubar livros e descobrir neles a esperança perdida durante a guerra.refúgio na literatura para sobreviver. Ajudada por seu pai adotivo, ela passa a roubar livros e descobrir neles a esperança perdida durante a guerra.

Legendado – 14 anos

 

Teatro Municipal - 20h30

Tributo a Cauby Peixoto

O show revisita o clima das clássicas canções da Era do Rádio, com a interpretação marcante de um dos maiores ícones da MPB, o “Professor” Cauby Peixoto, em um tributo emocionante.

Para isso, o jauense Fred Campos traz ao palco uma estrutura que não se limita somente a interpretação fiel das músicas que foram eternizadas pelo artista. Figurino de época, adereços, trejeitos vocais e de personalidade são valorizados para uma verdadeira viagem através do túnel do tempo.

Em 1h30 de espetáculo, canções como Bastidores, Sorri, Molambo, Ninguém é de Ninguém, além de Conceição, música-chave na discografia de Cauby, são executadas com arranjos baseados numa formação que remete à sonoridade das famosas orquestras dos “Bailes da Saudade”: Mario Baylão ao piano, Daniel Amaral na bateria, Ilário Gonçalves no contra-baixo e Tota Rozante na percussão, auxiliam na criação da atmosfera clássica que permeia o espetáculo.

Como brinde, canções de todos os tempos, como El Dia Que Me Quieras e New York, New York, fazem de Tributo a Cauby Peixoto um apanhado geral de toda uma época, onde a relação artista-público é densa e traz à tona as lembranças do rádio do avô na sala, dos pais conversando à mesa, dos namorinhos de portão... enfim, um show para toda a família!

19 de julho - Sábado

Praça Ettore Suriano - 10h

Sábado na Praça - Grupo Café com Leite

Grupo Trio Café com Leite pretende promover uma viagem pelas sonoridades da música brasileira. Nesta apresentação essencialmente popular, o trio formado por Marquinhos, Paulinho e Dido procura resgatar obras de vários compositores e intérpretes brasileiros, principalmente da cena musical do século XX.
Nomes como Djavan, Cazuza, Tim Maia, Roberto Carlos são exemplos de referência na escolha do repertório do grupo, que faz também uma homenagem especial ao samba brasileiro, escolhendo músicas que fazem muito sucesso nos bares da noite jauense. O Trio Café com Leite tem a finalidade de exaltar a música brasileira, dando evidência aos ritmos brasileiros de todos os tempos.

 

Cinema Municipal - 14h

Festival Sessão da Tarde

Filme: Fuga do Planeta Terra

 

Patrimônio Histórico - 14h

Subida da Matriz (Turismo Inclusivo)

A Prefeitura de Jahu, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo vai realizar no sábado (19/07) um passeio classificado como de “turismo inclusivo”. Grupo de portadores de deficiência auditiva (surdos) vai subir até a torre da Igreja Matriz Nossa Senhora do Patrocínio. A Subida da Matriz será às 14h, com a coordenação do turismólogo João Castro.

Nesse passeio com o grupo de deficientes auditivos, um intérprete de libras da Associação dos Surdos de Jaú vai acompanhar os turistas - Adauto Antônio Caramano, que tem curso da linguagem brasileira de sinais. A IDADE MÍNIMA É DE 12 ANOS DE IDADE.

O passeio também é aberto a todos os interessados que tenham interesse de fazer o passeio e que pretendam se aprofundar um pouco mais naquilo que já se tornou um passeio tradicional em nossa cidade.

 

Cinema Municipal - 20h

Sessão Pipoca

Filme: A Menina que Roubava Livros

 

Estação Cultura - 20h

Tribo de Jah

Parceria entre a Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo e SESC traz para Jaú: Tribo de JAH
Apresentação faz parte do 23º Festival de Inverno de Jaú e é mais um resultado da parceria com o SESC Araraquara. Será neste sábado (19), às 20h, na Estação Cultura (antiga estação ferroviária) em show aberto e gratuito e traz a participação do grupo de Reggae que é referência nacional.
A história da banda Tribo de Jah inicia-se na Escola de Cegos do Maranhão onde se conheceram os quatro músicos cegos e um quinto músico com visão parcial (apenas em um olho), lugar em que viviam em regime de internato, começaram a desenvolver o gosto pela música improvisando instrumentos e descobrindo timbres e acordes. Posteriormente passaram a realizar shows nos bailes populares da capital (São Luiz) e outras cidades do interior do estado fazendo covers de seresta, reggae e lambada. 

Passados dez anos de trabalho com direito a uma escala no principal palco do reggae mundial (REGGAE SUNSPLASH FESTIVAL - JAMAICA 95), após ter se apresentado nos quatro cantos do país (de Belém a Porto Alegre, passando pelo Canecão e Metropolitam - Rio, Palace e Olimpia - São Paulo) e alguns pontos internacionais (Buenos Aires - Argentina, Caiena - Guiana Francesa, além de shows na Europa em países como a França e Itália) denotam o momento muito especial no caminho que a Tribo de Jah vem trilhando para um inevitável reconhecimento de seu trabalho tanto no Brasil como no exterior.

O grupo é composto pelos músicos: Fauzi Beydoun, Frazão, Neto Enes, Aquiles Rabelo e João Rodrigues. A promessa é de um grande show que vai esquentar o inverno jauense.

 

20 de julho - Domingo

Cinema Municipal - 14h

Festival Sessão da Tarde

Filme: Fuga do Planeta Terra

 

Estação Cultura - 15h

Estasom Rock Especial

O evento mensal com apoio da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo tem finalidade de revelar novos grupos musicais do cenário jauense e dar a oportunidade de troca de experiências entre bandas com mais estradas e os grupos iniciantes. Voltado aos amantes do rock, o evento mescla estilos e sons. Nesta edição estarão participando as bandas Os Federais, Milhas por Hora e Piratas do Rádio - a entrada é 1 kg de alimento ou R$ 5,00. A organização desta edição é mais uma vez do Moto Clube Guardiões Originários.

Os Federais

Formada por quatro amigos da cidade de Jaú e Barra Bonita, a banda possui um estilo irreverente e divertido, com uma grande interação com o público. Com mais de dez anos de estrada, a banda tem na bagagem um single autoral “Sozinho”, que manteve-se nas paradas paulistanas durante várias semanas.

Com um repertório variado, vai desde o rock clássico da década de 1970, destacando-se Deep Purple e Pink Floyd, até sucessos atuais de bandas como Blink, Rapa entre outros. Fazem parta da banda, Aldo Castaldi Neto (vocalista), Anderson Luís do Carmo (baixo), Helton Alexandre Vicentini (bateria), Maurício Rogério Botelho (Guitarra). Momentos de descontração, alegria e boa música é a proposta de Os Federais.

Milhas por Hora

Fundada nos fins de 2012, a banda foi formada por Renan Orleans, que após o fim de sua antiga banda, o Garagem 69, reuniu alguns amigos para formar um grupo onde pudesse consertar erros e aproveitar qualidades de experiências passadas. A “Milhas por Hora” nasce então com uma proposta de flexibilidade dentro do universo do Rock, formando um repertório que coubesse a casas menores, com público mais variado, a locais com público de gosto mais “pesado”. Assim o repertório vai de artistas mais Pop ao Heavy Metal, sendo elaborado de acordo com o local do show.

Há uma ideia de se construir um show propriamente, e não ser apenas uma banda que toca músicas cover, sendo assim há uma preocupação com a dinâmica do repertório, figurino, interação com o público etc. Existe a intenção, após a banda firmar seu nome na região, de incorporar músicas próprias ao repertório, e o trabalho de composição já começou. A banda é formada por Renan Orleans (baixo/vocal), Octávio Valbueno (guitarra/vocal), Bruno Boaretti (bateria/vocal) e Otávio Perez (guitarra solo).

Piratas do Rádio

A Piratas do Rádio traz aos palcos toda a bagagem rock n roll de seus capitães que contam agora com um novo elemento: a caracterização de seus integrantes, sem deixar de lado o principal, o som de melhor qualidade! A banda jauense formada por Cris nos vocais e guitarra, Maurício no contrabaixo, Guilherme na guitarra solo e Lemão na bateria apresenta repertório recheado de clássicos do rock nacional e internacional com novos arranjos, preparados para dar uma nova cara a esses medalhões da música. Prepare - se para curtir ao som de Ac/Dc, Creedence, Foo Fighters, Franz Ferdinand, Muse, Pearl Jam, Oasis, Charlie Brown Jr, Ira, Legião Urbana, Titãs, Ultraje a Rigor, Raul Seixas, entre outros.

 

Cinema Municipal - 20h

Sessão Pipoca

Filme:  A Menina que Roubava Livros

 

 

21 de julho - Segunda-feira

Cinema Municipal - 20h

Café Literário: Rastros da Revolução Constitucionalista (Antônio Fernando Reginato)

A narrativa literária como fonte de conhecimento possui caráter absolutamente extensionista e não estabelece qualquer tipo de ônus sobre os participantes, pois uma de suas principais metas é propiciar ao interessado o acesso a este bem cultural, a literatura. O papel da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo nesse contexto é estimular o debate e a formação de opinião, as discussões decorrentes da apresentação e da problematização da obra literária.

Haverá a apresentação e problematização de uma obra literária por parte de um convidado, que terá até sessenta minutos para sua exposição. Após a apresentação e problematização da obra por parte do convidado, o público é provocado a participar do debate, a partir da mobilização realizada pelo coordenador da edição do Café Literário

O livro “Rastros da Revolução Constitucionalista", de Antônio Fernando Reginato, presidente da Sociedade MMDC e sua produção é o ponto de partida desta edição. A obra aborda questões políticas e militares e fala da participação jauense no movimento. 

Seja o primeiro a comentar esta notícia

Prefeitura Municipal de Jahu - Rua Paissandu, 444 - Centro - CEP: 17201-900 - Telefone: (14) 3602-1777

© Todos os direitos reservados - Prefeitura Municipal de Jahu | BiG DESiGNER