INSERT command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA'UPDATE command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA' Prefeitura Municipal de Jahu

Jaú, Sexta-Feira - 28/04/2017

..........................

Prefeitura de Jahu adere ao ProJovem Urbano e oferece 200 vagas


Programa é realizado em parceria com o Ministério da Educação, proporciona formação educacional e profissional ao jovem que ainda não concluiu ensino fundamental

 

 

A Prefeitura de Jahu, por meio da Secretaria de Educação e em parceria com o Ministério da Educação, aderiu ao Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem Urbano) e passa a receber inscrições a partir de segunda-feira (14/07). São oferecidas inicialmente 200 vagas, com possibilidade de expansão conforme a demanda. A apresentação do projeto ocorreu nesta sexta-feira (11/07), em entrevista coletiva na qual participaram o prefeito Rafael Agostini e a secretária de Educação de Jaú, Daltira Maria de Castro Piragine Tumolo, e a coordenadora geral do ProJovem Urbano em Jaú, professora Eunice Ribeiro dos Santos.

O objetivo do programa é proporcionar formação educacional, profissional e de cidadania ao jovem que ainda não concluiu ensino fundamental e que tenha entre 18 e 29 anos de idade. É necessário que o interessado saiba ler e escrever. As inscrições serão feitas na Secretaria de Educação de 14 a 31 de julho, das 8h às 17h, mediante inscrição de ficha na Rua Paissandu, , 593 – telefone (14) 3602-0777.

O prefeito Rafael Agostini citou números do IBGE para mostrar a importância de o Município oferecer um programa como o ProJovem: em Jaú são 43 mil pessoas sem o ensino fundamental completo (1º ao 9º ano). Segundo o projeto, a Prefeitura já tem iniciativas na educação de jovens e adultos (EJA) e da qualificação profissional (PRONATEC). O ProJovem vem para completar a educação, aliando a profissionalização.

“Vamos começar a atender essas pessoas, primeiro os jovens que têm entre 18 e 29 anos de idade, jovens que precisam entrar no mercado de trabalho, mas com menos estudo têm mais dificuldade de arrumar um emprego”, disse o prefeito, destacando que são 200 vagas iniciais, mas que podem ser ampliadas. “Pode ser aumentado conforme a demanda. Se tiver procurar vamos ampliar.”

“Queremos levar o ensino fundamental a esses jovens, dar oportunidade de concluir os estudos, e ainda vão receber uma bolsa de R$ 100 por mês. É um incentivo que estamos dando a esses jovens, em parceria com o governo federal, para que voltem a estudar, concluam o ensino fundamental e tenham a oportunidade de qualificação profissional em 22 áreas”, completa o prefeito, destacando que na faixa etária de 18 a 29 anos tem muitos pais de alunos da educação infantil. Essa volta dos pais à sala de aula vai servir de motivação aos filhos, o que vai contribuir de forma geral para a melhoria dos índices educacionais de Jaú.

 

 

Ajuda de custo - A coordenadora Eunice Ribeiro dos Santos informa que o primeiro passo é fazer o chamamento e a inscrição dos jovens para definir a demanda de interessados, como também quais cursos profissionalizantes serão oferecidos. São mais de 80 ocupações disponibilizadas pelo Ministério da Educação, por meio de 22 áreas (arcos), entre elas administração, alimentação, gráfica, metalmecânica, vestuário, construção, serviços domésticos e outros.

 

Após a apuração da demanda serão definidos cursos em três arcos para posterior recebimento de verbas para contratar professores que vão ministrar os cursos educacionais e profissionalizantes. Os cursos são gratuitos e têm duração de 18 meses, período em que os matriculados receberão um auxílio financeiro de R$ 100,00.

Uma das possibilidades de cursos do ProJovem é fazer parceria com o Programa Nacional do Ensino Técnico (PRONATEC), por meio do qual a Prefeitura de Jahu já oferece mais de 1.000 vagas em cursos de qualificação profissional.

A previsão é que os cursos tenham início em setembro. Os locais das aulas e dos cursos vão depender da demanda, uma vez que a recomendação do Ministério da Educação é que sejam o mais próximo possível de onde ocorrer a maior incidência de matrículas. A escola CAIC é uma das opções iniciais para receber esse primeiro núcleo, cuja capacidade é de 200 vagas.

 

 

Certificados - Após a conclusão do ProJovem, o aluno terá direito a certificado de conclusão do Ensino Fundamental e receberá o certificado do curso profissionalizante. A coordenadora Eunice destaca que o programa também contempla ações na comunidade, uma vez que a preocupação com a cidadania é um dos objetivos.

O ProJovem terá um Comitê Gestor local (intersetorialidade), formado por integrantes de pelo menos cinco secretarias municipais, como Educação, Meio Ambiente, Assistência Social, Cultura/Esporte e de Desenvolvimento. A proposta é que cada secretaria leve para o programa o olhar do setor para que o trabalho educacional e profissionalizante se complete. A cidade de Jaú, segundo a coordenadora do ProJovem, tem um público potencial grande para ser beneficiado pelo ProJovem.

 

 

 

Resumo

 

 

Inscrição: De 14 a 30 de julho

Local: Secretaria de Educação, Rua Riachuelo 593 – Fone: 3602-0777

Público-alvo: 18 a 29 anos, sem conclusão do ensino fundamental e que saiba ler e escrever

Previsão para início das aulas: setembro de 2014

Duração: 18 meses por turma.

Requisitos para frequentar: Qualquer pessoa que saiba ler e escrever, que tenha entre 18 e 29 anos e não concluiu o ensino fundamental (até a antiga 8ª série).

Escolas envolvidas: Até duas escolas, nas quais se constituirá o núcleo que prevê o atendimento de 200 alunos neste primeiro momento.

Auxílio financeiro: R$ 100,00 por aluno mensal durante 18 meses (tempo do curso)

 

 

 

Saiba mais

 

 

 

ProJovem Urbano – 2014

Público alvo: jovens de 18 a 29 anos que sabem ler e escrever, mas não concluíram o ensino fundamental.

 

 

 

Objetivos gerais:

Proporcionar formação integral aos jovens por meio de efetiva associação entre:

 - Formação básica para elevação da escolaridade, tendo em vista a conclusão do ensino fundamental.

- Qualificação profissional com certificação de formação inicial.

- Participação cidadã com a promoção de experiência de atuação social na comunidade

 

Objetivos específicos:

- Re-inserção dos jovens no processo de escolarização;

- Identificação de oportunidades potenciais de trabalho e capacitação dos jovens para o mundo do trabalho;

- Participação dos jovens em ações coletivas de interesse público;

-  Inclusão Digital como instrumento de inserção produtiva e de comunicação;

- Ampliação do acesso dos jovens á cultura.

 

 

 

Gestão e execução

- Intersetorialidade – gestão compartilhada com as áreas de governo envolvidas.

 

 

 

Desenho curricular

- Projeto pedagógico integrado

- Integração das dimensões: educação geral (ensino fundamental), qualificação profissional e participação cidadã.

- Interdisciplinaridade

- Organização em ciclos e Unidades Formativas.

- Cada ciclo contém duas Unidades Formativas e dura seis meses

 

 

 

Qualificação profissional

- Desenvolvimento ao longo de todo o curso de forma articulada com as demais dimensões

- Componentes:

Formação Técnica Geral

Arcos Ocupacionais

Projeto de Orientação Profissional ( POP)

 

 

 

Participação cidadã

- Desenvolvimento ao longo de todo o curso de forma articulada com as demais dimensões

- Interação com conceitos das áreas de formação básica e qualificação profissional

- Plano de Ação Comunitária ( PLA).

 

 

 

Matrícula

- Estratégia nacional de matrícula

- Realização da matrícula pelo município.

- Acompanhamento do Sistema de Monitoramento e Avaliação

- Observação dos critérios para ingresso no ProJovem Urbano

- Faixa etária: 18 a 29 anos

- Saber ler e escrever, o que será aferido por meio de teste de proficiência.

 

 

 

Auxílio financeiro

- Pagamento pelo governo federal do auxílio financeiro de R$ 100,00 por mês durante 18 meses.

- Condições para receber o auxílio financeiro: comparecer a pelo menos 75% das atividades presenciais, incluindo a ação comunitária  programada para o mês

- Entregar, pelo menos 75% dos trabalhos previstos para cada mês.

 

 

 

Organização de espaço e gestão

- Número de alunos por turma: máximo de 40, podendo chegar a 20 , excepcionalmente

- Núcleo: 5 turmas

- Exigência para a constituição do Núcleo: mínimo de 150 alunos com matrícula confirmada

 

Importância da adesão para nossa cidade: Segundo o IBGE, Jaú ainda possui mais de 43 mil pessoas que não concluíram o ensino fundamental, sendo assim, a adesão será uma oportunidade para que as mesmas possam estudar. Além disso, é um projeto que contempla 3 grandes frentes: qualificação profissional, conclusão do ensino fundamental e a preocupação com a participação cidadã, leque essencial para a formação do cidadão.

Porém, a qualidade do projeto, perpassa pelo trabalho intersetorial, abarcando mais de cinco secretarias de nosso município,  que comporão o comitê gestor e contribuirão com suas especificidades, buscando um fazer mais rico e completo.

Compõem esta equipe as secretarias de; Educação, responsável direta pelo ProJovem; Cultura, Esporte e Turismo; Meio Ambiente; Desenvolvimento, Trabalho e Agronegócios e Assistência Social.

Seja o primeiro a comentar esta notícia

Prefeitura Municipal de Jahu - Rua Paissandu, 444 - Centro - CEP: 17201-900 - Telefone: (14) 3602-1777

© Todos os direitos reservados - Prefeitura Municipal de Jahu | BiG DESiGNER