INSERT command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA'UPDATE command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA' Prefeitura Municipal de Jahu

Jaú, Domingo - 22/10/2017

..........................

Prefeitura resolve problema histórico com novo cemitério e garante 35 anos sem “pesadelo”

Área de 50 mil metros quadrados adquirida pelo Município no Jardim Bela Vista tem todas as licenças ambientais e capacidade para 35 anos de sepultamentos na cidade

A Prefeitura de Jahu resolveu de uma vez por todas o problema que se arrastava há muitos anos ao adquirir área no Jardim Bela Vista para instalar um novo cemitério. Ao desapropriar terreno de 50 mil metros quadrados com todas as benfeitorias, inclusive licenças ambientais, o Município passa a contar com o Cemitério Parques das Flores e oferece à população um espaço para sepultamentos por cerca de 35 anos.

O prefeito Rafael Agostini ressalta a aquisição, pondo fim a mais um dos problemas herdados de administrações anteriores. “A cidade de Jaú vai ter um novo cemitério, além do cemitério da Avenida Federico Ozanan, que está saturado há muito tempo. Inclusive teve ação judicial que o Município sofreu por conta das últimas administrações terem empurrado o problema com a barriga e não ter resolvido.”

Segundo o prefeito, “a área já tem água, esgoto, guia, sarjeta, asfalto, muro, portão, licença prévia, licença de instalação de Cetesb, que são licenças ambientais indispensáveis para esse tipo de empreendimento”. A desapropriação é no valor de R$ 8.400,00,00, dos quais R$ 5.4000,00 já foram pagos – o restante será pago no próximo ano.

“A desapropriação foi feita com boa parte dos recursos do superávit orçamentário de 2013, por conta da política de moralização das contas públicas da nossa administração. Em 2013 conseguimos pagar quase R$ 30 milhões com fornecedores e ainda sobrou dinheiro em caixa. Já pagamos R$ 5.400.000,00 por essa desapropriação à vista para resolver esse problema histórico que a cidade tinha”, destaca.

O novo cemitério tem capacidade para aproximadamente 17 mil jazigos, informa Rafael Agostini. “Se a gente fizer uma projeção, levando em conta que entre 2001 e 2011 foram sepultadas 9.500 pessoas no Cemitério Municipal Ana Rosa e Paula, e se levar em consideração que cada jazigo comporta dois corpos (média baixa), nós estamos com o problema de cemitério resolvido pelos próximos 35 anos.” Assim, evita-se por mais de três décadas “o pesadelo de muitas famílias pela incerteza não saber onde vão enterrar seus entes queridos”.

 

Licenças ambientais - O secretário de Meio Ambiente, Eduardo Abussamra, comenta a questão das licenças ambientais que permitem o funcionamento do novo cemitério. “Quando a gente faz um licenciamento junto à CETESB, que é a companhia que autoriza e dá a licença para uso desse tipo de empreendimento, a gente obtém uma licença prévia. Essa licença autoriza que o empreendimento seja feito na área. A partir daí a CETESB da a licença de instalação. Jaú obteve essa licença de instalação com algumas diretrizes. As fases prévia e de instalação já estão prontas. Agora, a Prefeitura vai solicitar a licença de operação para poder começar a fazer o sepultamentos no local. A questão ambiental já está definida e acertada, só falta a licença de operação, que é obtida a partir do momento que a Prefeitura vai operar o novo cemitério.”

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia

Prefeitura Municipal de Jahu - Rua Paissandu, 444 - Centro - CEP: 17201-900 - Telefone: (14) 3602-1777

© Todos os direitos reservados - Prefeitura Municipal de Jahu | BiG DESiGNER