INSERT command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA'UPDATE command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA' Prefeitura Municipal de Jahu

Jaú, Sexta-Feira - 17/11/2017

..........................

Festival Caipira termina no domingo com escolha das melhores duplas

 Tyson e Pedrinho

Programação Cultural da Prefeitura de Jahu dá continuidade ao Festival Caipira, mas tem rock na Estação Cultura para quem curte outro estilo musical

A Prefeitura de Jahu, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, dá continuidade neste fim de semana às atrações do 6º Festival Caipira de Jahu no Pouso Alegre de Baixo, mas também oferece o rock para quem curte um estilo musical diferente do sertanejo. O Festival Caipira tem três shows musicais sexta-feira, sábado e domingo, além do concurso que vai eleger a melhor dupla sertaneja no Festival de Música Caipira Teixeira Filho. Além disso, está prevista ainda mais uma edição da Estasom Rock, na Estação da Cultura, onde três bandas vão se apresentar a partir das 15h.

O secretário de Cultura, Esporte e Turismo, Hamilton Chaves, lembra que o Estasom Rock é um projeto consolidado da Prefeitura de Jahu, realizado uma vez por mês. Neste domingo (8/06), a animação na velha estação da estrada de ferro será das bandas New Stage, Torre de Babel e Lunáticos ao Cubo – a entrada é 1 kg de alimento ou R$ 5,00.

Hamilton Chaves convida ainda para comparecer ao Pouso Alegre de Baixo. “Convido a população para o segundo fim de semana do Festival Caipira. A primeira semana foi um sucesso, tanto no sábado à noite como no último domingo, quando a dupla Mococa e Paraíso tocou no almoço caipira.” A estimativa é que quase duas mil pessoas passaram pelo salão do Pouso Alegre para ver Tanatã e Luan e Mococa e Paraíso.

“Agora, no fechamento do festival, sexta-feira à noite a dupla Tyson e Pedrinho faz um baile sertanejo. No sábado teremos o baile com a dupla Célio e Nando. No domingo teremos o tradicional almoço caipira preparado pela associação de moradores e o Festival de Música Caipira”, informa o secretário de Cultura. Na sexta-feira e sábado o festival gastronômico começa às 20h, com as duplas subindo ao palco às 22h.

As duplas sertanejas podem se inscrever no festival a partir das 10h de domingo. A partir das 12h começam as apresentações, quando os jurados vão avaliar cada dupla que se apresentar durante a tarde. Depois ocorre a apresentação da dupla Craveiro e Cravinho, enquanto os jurados fazem a apuração dos votos das melhores duplas – haverá prêmio em dinheiro para as cinco primeiras classificadas.

A competição musical de 2013 atraiu 12 duplas de Jaú e do interior paulista. O título de melhor dupla foi entregue aos cantores Augusto César e Gustavo, de São Manuel.

 

 VEJA FOTOS DO PRIMEIRO FIM DE SEMANA

## OUÇA CONVITE DO SECRETÁRIO HAMILTON CHAVES ##

 

Programação Cultural – 5 a 8 de junho

 

5 de junho – quinta-feira

Associação de Moradores do Bairro de Pouso Alegre – 19h

Filme: O Jeca Macubeiro

Sinopse: Um pobre caboclo com o sugestivo nome de Pirola, recebe surpreso a visita de um velhinho seu amigo, Nhonhô, que, sentindo-se na hora da morte, leva-lhe de presente um saco com dinheiro até a boca. Ingênuo e transtornado, Pirola não sabe o que fazer com o dinheiro e acaba levando-o a seu patrão, confiando-lhe a fortuna. Januário, que sem que ninguém saiba, está às portas da falência, bola um plano para ficar com o dinheiro do pobre, fazendo-se passar por um pai-de- santo pra lá de falso. Livre

6 de junho – sexta-feira

Associação de Moradores de Pouso Alegre de Baixo

Festival Caipira

Festival Gastronômico – 20h

Baile com a banda Tyson e Pedrinho – 22h

A dupla  jauense Tyson e Pedrinho retorna aos palcos em 2014 depois de um ano afastada do público. Promete muita alegria em seu show. Atendendo aos pedidos dos fãs, parceiros de estrada e amigos, os dois sertanejos se reuniram e  tomaram a decisão da volta, que foi oficializada com o lançamento de um novo single com o nome “Coração Estúpido” - música que vai render também um videoclipe  explorando imagens da cidade de Jaú.

Com mais experiência e maturidade, a dupla promete que 2014 será o ano em que vai botar para fora tudo o que aprendeu nesses anos todos e o que sentiu longe dos shows. Com respeito as suas origens, Tyson e Pedrinho está atualizando o estilo da dupla para que o grande público jovem venha também curtir as suas mensagens.

“Estamos muito felizes e preparando um repertório bacana, dançante e com muita poesia também! Não sabíamos o quanto as pessoas nos admiravam e pudemos sentir isso na pele, às vezes até com muita critica pesada pela separação. Graças a Deus nunca brigamos. São 15 anos de muita amizade e a melhor convivência. Por isso foi muito fácil a volta. Vamos buscar o nosso objetivo de levar nossa musicalidade pelo Brasil afora”, diz Tyson.

 

 Célio e Nando

7 de junho – sábado

Associação de Moradores de Pouso Alegre de Baixo

Festival Caipira

Festival Gastronômico – 20h

Baile com a banda Célio e Nando – 22h

O cantor Célio nasceu na cidade de Jaú e, com dois anos de idade, junto com sua família, mudou-se para Americana onde viveu sua infância. Aos 10 anos recebeu de seu pai um de seus maiores presentes, seu primeiro violão! A partir daí aprendeu a dedilhar seus primeiros acordes. Célio sempre esteve ligado ao meio da música, recebeu essa influência musical ouvindo seu pai Osvaldo cantar, que na época formava uma dupla: Osvaldo & Osvaldinho. Foi influenciado também por seu irmão, Lúcio, que formava a dupla Lúcio & Dário. Célio então foi aprendendo a cantar, tirando as músicas apenas de "ouvido", pois nunca estudou música. Aos quatorze anos começou a se apresentar musicalmente no colégio em que estudava.

Foi então que encontrou Marcos, filho de Romeu Januário de Matos (Milionário da dupla Milionário e José Rico) que estudava no mesmo colégio. Formaram então a dupla Célio & Marcos. A dupla durou apenas três anos, mas Célio continuava se apresentando em eventos pela cidade. Na mesma época em que Célio ganhava seu primeiro violão, seu primo, o cantor Nando, nascido em Poá/SP, fazia sua primeira gravação em um disco, ainda criança, declamando uma canção no disco de seu pai Osmar, que também formava uma dupla chamada Ingazeiro & Canoeiro. Sua casa era frequentada por violeiros e compositores importantes como: Zilo & Zalo, Tonete & Taubaté, Goiá, Atílio Verssuti (compositor de "Fuscão Preto") entre outros. Essa influência musical incentivou Nando aprender cantar e aos quatorze anos também aprendeu a tocar viola. Em suas férias de colégio Nando sempre se encontrava com seu primo Célio onde já tocavam e cantavam. Mais tarde, meio que por brincadeira, formaram a dupla Doni e Dinél, mas a distância impossibilitava a dupla de seguir em frente. Depois de algum tempo Nando se mudou com a família para Jaú/SP e formou dupla com seu pai ficando conhecidos como Nato & Nando, mas pouco depois a dupla se desfez. O cantor Célio também se mudou para Jaú/SP em 1988 para trabalhar e a vida seguiu seu curso normal até 1992. Em 1992 a dupla Célio & Nando se formou profissionalmente e desde então nunca mais pararam de cantar  e se apresentar em eventos. Em meados de 1999 gravaram seu primeiro disco, onde a moda de viola "O granfino e o mendigo" foi executada em várias rádios da região ficando assim muito conhecidos. Passaram a se apresentar nos grandes festivais de música sertaneja onde se tornaram campeões em vários deles. Entre os festivais mais importantes vencido pela dupla está o Festival Nacional de Barretos, mais conhecido como "Violeira Rose Abrão". Uma das características da dupla são suas vozes fortes e bem duetadas. Hoje, com vinte anos de carreira e trazendo muita experiência na bagagem, os primos Célio e Nando viajam por várias regiões do Brasil fazendo shows e participando dos festivais com muita dedicação e profissionalismo. Recentemente a dupla lançou seu novo CD, contendo um repertório diversificado no gênero sertanejo, onde seguem unidos defendendo a bandeira da nossa música raiz.

 Vencedores do Festival Caipira de 2013

8 de junho – Domingo

Associação de Moradores do Bairro de Pouso Alegre de Baixo – 12h

Almoço Caipira

Festival de Música Caipira “Teixeira Filho”

José Luiz Lyra, "o moço que o povo admira" é Radialista sertanejo, há mais de 30 anos, retorna em 2014 como o apresentador do já tradicional Festival de Música Caipira, que conta todo ano com duplas sertanejas de todo o interior paulista. Batizado com o nome de seu criador e organizador, Teixeira Filho, hoje o festival representa um dos mais tradicionais festivais de música caipira do interior de São Paulo. Este ano mais uma vez o Festival Caipira premiará duplas que apresentarem o grau técnico diferenciado e encantar o público que comparecer a esta tarde de boa música caipira. A competição musical de 2013 atraiu 12 duplas de Jaú e do interior paulista. O título de melhor dupla foi entregue aos cantores Augusto César e Gustavo, de São Manuel.

 

Estação Cultura – 15h

Estasom Rock – edição de junho

O evento mensal com apoio da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo tem finalidade de revelar novos grupos musicais do cenário jauense e dar a oportunidade de troca de experiências entre bandas mais estradas e os grupos iniciantes. Voltado aos amantes do rock, o evento mescla estilos e sons. Nesta edição estarão participando as bandas New Stage, Torre de Babel e Lunáticos ao Cubo – a entrada é 1 kg de alimento ou R$ 5,00. A organização desta edição é mais uma vez do Moto Clube Guardiões Originários.

 Craveiro e Cravinho

Associação dos Moradores do Bairro de Pouso Alegre de Baixo – 18h

Festival Caipira                                      

Craveiro e Cravinho

Sinopse: Craveiro (Sebastião Franco) & Cravinho (João Franco) são representantes do “O autêntico estilo caboclo”. A dupla Craveiro e Cravinho, cantores e compositores, nascidos na cidade de Pederneiras, filhos de violeiro e catireiro, começaram a cantar ainda crianças nas fazendas próximas a sua cidade natal. 

No inicio dos anos 50 começaram a se apresentar mais sistematicamente cantando na rádio Cultura de Pederneiras. Logo depois se mudaram para a cidade de Piracicaba-SP, onde ingressaram, em 1958, na rádio Difusora de Piracicaba com programas exclusivos da dupla, em pouco tempo já eram lideres de audiência da emissora. 

Com o sucesso alcançado na emissora piracicabana os irmãos Craveiro e Cravinho, no ano de 1962, foram convidados pela gravadora Chantecler em São Paulo a realizar a gravação do primeiro disco, em 78 rotações, contendo de um lado a moda de viola “mata deserta” e do outro lado o cateretê “ponta de faca”, ambas de autoria da dupla. 

Em vista do sucesso obtido eles fincaram raízes no meio musical sertanejo, comprovado pelo lançamento de “oito” 78 rotações e “sete” LPs, todos pela gravadora Chantecler onde permaceram por 30 anos. Ainda somam a carreira mais “dois” CDs lançados pela gravadora Allegretto e “quatro” CDs pela gravadora Warner totalizando assim 21 álbuns , além de participações em projetos de outros artistas como o CD “Meu reino encantado” com Daniel, DVD “100% caipira” e participação em 2 DVDs da dupla “Cezar e Paulinho”. 
Ao longo da carreira a dupla apresentou diversos programas de rádio e televisão como as já citadas rádio cultura de Pederneiras, rádio Difusora de Piracicaba, também a rádio Piratininga de São Paulo, rádio nacional de São Paulo, rádio Record de São Paulo, rádio e TV Bandeirantes de São Paulo onde faziam parte do elenco do programa som verde, levado ao ar aos domingos das 8 as 10 h da manhã, durante dois anos consecutivos e atualmente apresentam um programa na rádio Educadora de Piracicaba que está no ar desde o ano de 1998. 

Dentre troféus e homenagens que a dupla detém estão: Títulos de cidadão piracicabano concedido pela Câmara de vereadores de Piracicaba em reconhecimento pela grande divulgação da musica caipira e da cidade de Piracicaba por todo Brasil, o Troféu “Galo de ouro” (símbolo da gravadora Chantecler) por 30 anos de gravação em discos na mesma companhia. 

Um marco importante e significativo na carreira da dupla foi quando participaram de uma solenidade cantando para o então presidente João Batista Figueiredo e o presenteando com uma viola caipira, Craveiro e Cravinho recebeu então uma homenagem como a dupla do presidente. 
Outra passagem que enriquece a trajetória da dupla foi quando no ano de 2007 Craveiro e Cravinho tiveram a oportunidade de divulgar a musica caipira fora do Brasil quando realizaram quatro shows nos Estados Unidos, nas cidades de Nova York e Long Branch. 

 

CINEMA

5 a 8 de junho – quinta-feira a domingo

Cinema Municipal – 20h

Filme: Robocop

Sinopse: Em um futuro não muito distante, no ano de 2028, drones não tripulados e robôs são usados para garantir a segurança mundo afora, mas o combate ao crime nos Estados Unidos não pode ser realizado por eles e a empresa OmniCorp, criadora das máquinas, quer reverter esse cenário. Uma das razões para a proibição seria uma lei apoiada pela maioria dos americanos. Querendo conquistar a população, o dono da companhia Raymond Sellars (Michael Keaton) decide criar um robô que tenha consciência humana e a oportunidade aparece quando o policial Alex Murphy (Joel Kinnaman) sofre um atentado, deixando-o entre a vida e a morte.

Legendado – 14anos

 

7 e 8 de junho – sábado e domingo

 

Cinema Municipal – 14h

Filme: Tarzan – A Evolução da Lenda

Após seus pais serem mortos, um bebê é criado por uma gorila, que passa a tratá-lo como se fosse seu filho. Ao crescer ele se torna Tarzan (Kellan Lutz), o rei da selva. É quando precisa enfrentar um exército de mercenários enviado à floresta por um malvado executivo da Greystoke Energies, a empresa que um dia pertenceu aos pais de Tarzan. Para enfrentá-los ele conta com a ajuda de Jane Porter (Spencer Locke), uma jovem que chega à floresta após um acidente no avião em que estava.

Seja o primeiro a comentar esta notícia

Prefeitura Municipal de Jahu - Rua Paissandu, 444 - Centro - CEP: 17201-900 - Telefone: (14) 3602-1777

© Todos os direitos reservados - Prefeitura Municipal de Jahu | BiG DESiGNER