Jaú, Terça-Feira - 27/06/2017

..........................

Prefeitura paga quase R$ 30 milhões de dívidas em 2013

Luis Federici, secretário de Economia e Finanças


 

Balanço apresentado pela Secretaria de Finanças aponta pagamento de cerca de 67% dos restos a pagar, faz renegociação de dívida consolidada e recupera capacidade de investimento


A Prefeitura de Jahu, por meio da Secretaria de Economia e Finanças, divulgou números referentes à situação financeira do Município de Jahu. Entre eles está o pagamento de cerca de R$ 30 milhões de dívidas ao longo de 2013. O balanço mostra que a administração conseguiu pagar 66,48% dos R$ 34 milhões que devia só para fornecedores, fez renegociações envolvendo o INSS e o FGTS e ainda recuperou a capacidade de investimento.

“É muito importante para qualquer administração ter as contas em dia. Quando o Município deve ele tem de pagar, assim como quando a gente deve, se não tem crédito para comprar. No ano que passou fizemos um grande esforço no sentido de equilibrar as contas do Município”, disse o prefeito Rafael Agostini.

“Quando assumimos, a Prefeitura de Jahu devia aproximadamente R$ 34 milhões só com fornecedores. Se somarmos os valores devidos de restos a pagar (curto prazo) com a dívida consolidada (INSS, FGTS...), a dívida de Jaú passava da casa dos R$ 100 milhões”, aponta o prefeito, que informa ter feito o parcelamento de valores dessas dívidas consolidadas (INSS, FGTS) e realizado uma força-tarefa para pagar os fornecedores da Prefeitura. Desta forma, segundo o prefeito, a Prefeitura recuperou o crédito “para poder comprar medicamentos, cimento, lâmpada, massa asfáltica e começar a fazer os serviços para a população”.

“Em 2013 pagamos aproximadamente R$ 22,5 milhões dos restos a pagar com fornecedores. A dívida da Prefeitura só com fornecedores era de R$ 34 milhões no começo de 2013 e hoje está na casa dos R$ 11 milhões”, explica Rafael Agostini, lembrando o tamanho do endividamento que herdou da administração anterior. A Prefeitura de Jahu também pagou quase R$ 2 milhões de precatórios e mais de R$ 4 milhões dos parcelamentos da dívida consolidada.

Boa imagem - O secretário de Economia e Finanças de Jaú, Luis Vicente Federici, fala dos critérios adotados pela Prefeitura para saldar suas dívidas com os fornecedores. “Buscamos os maiores descontos para beneficiar o erário, sempre pensando no pequeno fornecedor, naquele que dependia desse pagamento para saldar suas dívidas de subsistência,. Também observamos que havia necessidade de a Prefeitura regatar sua credibilidade frente ao mercado e conseguir mais empresas para fornecer à Prefeitura.”

O secretário destacou que foi importante o trabalho de saldar as dívidas para resgatar a imagem publica da administração do município de Jaú. “Cada fornecedor nos deu um desconto para saldarmos e liquidarmos a dívida. Buscamos no primeiro momento pagar quem desse o maior desconto.”

 

“O fato é que com todo esse trabalho de pulso firme, de austeridade, seriedade e honestidade com o dinheiro público nós conseguimos pagar em um ano 66% do que a Prefeitura devia para fornecedores e ainda conseguiu ter dinheiro em caixa para entregar mais de 1.200 casas. Esse é um trabalho que só seria possível se nós tivéssemos seguido exatamente a linha que nós seguimos”, finaliza o prefeito Rafael Agostini.

 

 

OUÇA SONORA DO PREFEITO RAFAEL AGOSTINI

OUÇA SONORA DO SECRETÁRIO LUIS FEDERICI

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia

Prefeitura Municipal de Jahu - Rua Paissandu, 444 - Centro - CEP: 17201-900 - Telefone: (14) 3602-1777

© Todos os direitos reservados - Prefeitura Municipal de Jahu | BiG DESiGNER