Jaú, Terça-Feira - 26/09/2017

..........................

Prédios históricos se transformam em sala de aula no Projeto Educar no Patrimônio


Interação entre secretarias de Educação e Cultura faz parte do Programa Cidade Escola e ensina história por meio de city tour a alunos da rede municipal

 

 

A Prefeitura de Jahu, por meio da Secretaria de Educação e da Secretaria de Cultura, Esportes e Turismo, está transformando prédios históricos e o centro da cidade em sala de aula. Cerca de mil alunos da rede municipal de ensino participam do Projeto Educar no Patrimônio, que faz parte do Programa Cidade Escola, um dos programas de governo da atual administração.

“O projeto Educar no Patrimônio tem como objetivo levar os alunos para um passeio para que possam aprender sobre história da cidade nos próprios prédios públicos e particulares que fazem parte do patrimônio histórico de Jaú”, explica o prefeito Rafael Agostini.

O trabalho que ressalta a importância do aprendizado da história no próprio local onde a história está é realizado com alunos do quarto ano da rede municipal de ensino. “Cerca de mil alunos já participaram do projeto, que também está aberto para outras pessoas”, diz o prefeito.

O Educar no Patrimônio é uma parceria entre as secretarias municipais com o “objetivo de mostrar que nessas construções a gente pode identificar todo o processo de construção, quem foram os proprietários mais importantes, a questão da beleza histórica e também o momento histórico da época do café, que são aspectos importantes da memória cultural da nossa cidade”, complementa Rafael Agostini.

 

Etapas - O projeto está dividido em três etapas, começando na sala de aula e terminando com um trabalho elaborado pelos alunos sobre a visita. “Na primeira etapa o tema é tratado dentro da sala de aula pela professora de história. Na classe, a criança aprende o conteúdo, a importância da preservação e como, em termos econômicos e históricos, essa época influenciou a cidade que temos hoje”, destaca Rafael Agostini.

Ele esclarece que a segunda etapa consiste na visita monitorada, na qual professores e a equipe da Secretaria de Cultura e Turismo levam os alunos para o city tour aos prédios históricos. Por fim, as crianças elaboram um trabalho sobre a visita aos prédios históricos - trabalhos estes que ficam expostos no Museu Municipal.

O prefeito Rafael Agostini ressalta que as atividades do Cidade Escola transcendem os limites da sala de aula e permitem às crianças se verem inseridas no contexto social e histórico de hoje. “O centro histórico da cidade e os prédios históricos de Jaú servem para que as crianças possam aprender in loco essas questões todas. É uma maneira de estarmos trabalhando no contraturno escolar com atividades extra-escolares, buscando uma perspectiva mais integrada de ensino, despertando na criança o aprendizado teórico da história da nossa cidade, o despertar para a cidadania acerca da preservação da memória e do patrimônio histórico.”

Responsável por acompanhar os alunos no projeto, o historiador Júlio Polli diz que procura dar um “significado às casas históricas falando de elementos básicos de arquitetura”. Segundo ele, o passeio mostra o casario antigo de Jaú, informa se teve personagens históricos que morou nos prédios e outros detalhes acerca da história de das riquezas da cidade. “No fim do passeio as crianças saem sabendo na ponta da língua o que são alguns elementos de arquitetura, como platibanda e janela francesa”, comemora.

 


OUÇA SONORA DO PREFEITO RAFAEL AGOSTINI SOBRE O ASSUNTO

OUÇA SONORA DO HISTORIADOR JÚLIO POLLI SOBRE O PROJETO

 

 

 

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia

Prefeitura Municipal de Jahu - Rua Paissandu, 444 - Centro - CEP: 17201-900 - Telefone: (14) 3602-1777

© Todos os direitos reservados - Prefeitura Municipal de Jahu | BiG DESiGNER