INSERT command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA'UPDATE command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA' Prefeitura Municipal de Jahu

Jaú, Segunda-Feira - 24/04/2017

..........................

Cidade Escola completa 3 meses com 42 atividades para 10 mil crianças

A Prefeitura Municipal de Jahu, por meio da intersetorialidade entre as secretarias de Educação e de Cultura, Esporte e Turismo, desenvolve há três meses um grande programa de educação cidadã com esportes, música, cultura e turismo regional que, com criatividade transforma o patrimônio público, os espaços de clubes e associações em pontos de aprendizado, em locais da cidade onde o aluno aprende: o Programa “Cidade Escola”.

Segundo o prefeito Rafael Agostini, o programa era um compromisso de campanha. “O Projeto Cidade Escola conta com 42 atividades que estão espalhadas por diversos projetos”, reforça.

O Projeto “Encantando”, que está em andamento na Escola Municipal de Canto e atende atualmente 120 alunos e 30 professores da rede municipal de ensino, está formando o Coral Municipal dos alunos da rede pública.

O Projeto “Aprendendo no Cinema”, iniciado em abril, está atendendo aproximadamente 8 mil alunos da rede pública. “Boa parte dos alunos matriculados do 1º ao 5º ano já foram atendidos. Por meio de filmes, eles tem um aprendizado complementar sobre os temas abordados na sala de aula com enfoque transversal”, reforça o prefeito.

Também está em andamento o Projeto “Cores da Vida”, que tem como objetivo atuar em atendimento às crianças que estudam no Jardim Maria Luiza IV e Distrito de Potunduva durante o contraturno escolar. São oferecidas opções de oficinas para o desenvolvimento de habilidades culturais, de lazer e de apoio pedagógico. Atualmente o “Cores da Vida” está atendendo aproximadamente 200 crianças.

“Lançamos também dentro desse amplo Programa “Cidade Escola” um outro projeto muito interessante chamado “Ciranda Cidadã”. O “Ciranda Cidadã” tem como objetivo aproximar o ambiente escolar e a comunidade, mostrando que a unidade de ensino, que é a escola, não é somente um espaço voltado à educação formal das crianças, mas também um lugar fundamental para o desenvolvimento da cidadania. Esse projeto está levando o gabinete itinerante do prefeito e diversas secretarias para dentro da escola, e a cada mês uma escola de um bairro da cidade está recebendo esse projeto, que está abrindo a porta da escola para que a comunidade possa se aproximar da Prefeitura, fazer as suas reclamações, fazer as suas reivindicações, e também para que a escola se torne mais próxima da comunidade, incentivando a participação dos pais e a participação de todos os moradores dos bairros na vida escolar do filho. A primeira edição, realizada no Jardim Orlando Ometto, contou com a participação de aproximadamente 700 pessoas. A segunda edição foi realizada no Distrito de Potunduva, onde o “Ciranda Cidadã” reuniu aproximadamente 500 pessoas. Estão sendo oferecidos no espaço da escola dentro desse projeto vários serviços de saúde como exame de visão, de glicemia, orientações sobre saúde familiar, planejamento familiar, palestras sobre prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, música, laboratório de informática (transformando as salas de informática das escolas em telecentros aos finais de semana para a população), tornando o Poder Público mais próximo da população”, diz Agostini.

Outro projeto importante do “Cidade Escola” é o Projeto “Karatê Kids”, que é fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Jahu e a Associação Shidokan, que tem um trabalho que visa despertar valores sociais e também oportunizar o desenvolvimento pessoal dos alunos através do esporte, da disciplina, do companheirismo e da filosofia das artes marciais. O projeto atende 40 alunos entre 7 e 10 anos que estão matriculados na escola “Comendador José Maria de Almeida Prado”, localizada no Jardim Nova Jaú. Esses alunos, que moram nos bairros Jardim Nova Jaú e Jardim Padre Augusto Sani, contam com transporte gratuito da Prefeitura.

O Projeto “Boa Vizinhança”, outra iniciativa do Programa “Cidade Escola”, é realizado em conjunto com a Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte. Alunos das escolas municipais percorrem pontos turísticos das cidades vizinhas, e, além disso, em uma segunda etapa, os estudantes desses municípios vizinhos vem à Jaú para aprender sobre a história da cidade, criando uma sinergia e uma complementação sobre a história regional e sobre o patrimônio histórico regional. Os professores já foram capacitados, e uma primeira turma já visitou a cidade de Dois Córregos. “Os alunos da rede municipal estão visitando essas cidades da região uma vez por semana. Os passeios acontecem todas as sextas-feiras, e estamos levando 80 crianças por excursão para essas cidades vizinhas. Vamos atender com esse projeto mais de mil alunos do 5º ano do ensino fundamental de toda a cidade”, informa o prefeito.

Outro projeto do “Cidade Escola” é o Projeto “Educar no Patrimônio”, também desenvolvido em parceria entre a Secretaria de Educação e a Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte. O objetivo dessa ação é levar os estudantes matriculados no 4º ano das escolas municipais aos pontos históricos do Município, fazendo com que os alunos possam adquirir e ampliar os conhecimentos sobre o centro histórico, a memória e a necessidade de preservação do patrimônio histórico. São iniciativas que estão sendo criadas e que tem como objetivo fazer com que a educação saia dos limites da escola e passem a interferir e a contribuir na conscientização cidadã dos alunos.

O Projeto Aprendendo na Natureza, que conta com as atividades Vivência na Trilha, Vivência na Tribo e Curumim, leva educação ambiental para 10 mil alunos.

“Lançamos o Projeto de Atendimento Multidisciplinar ao Educando (AME), que atende aos alunos com necessidade de atenção extra. O AME contempla o auxílio de aprendizado psicológico, fonoaudiológico, neurológico, e a integração, trabalhando também com a família do estudante. Todos os diretores de escola já foram capacitados sobre como utilizar o AME. Ele já atende muitas crianças”, reforça Agostini.

Outro Projeto, o “Viva Vôlei”, é desenvolvido na EMEF “Antonio Waldomiro de Oliveira”, no Jardim Maria Luiza IV. Esse projeto, premiado pela UNESCO, e que também faz parte do “Cidade Escola”, atende 80 jovens do Jardim Maria Luiza IV. É uma parceria entre a Prefeitura de Jahu, a Confederação Brasileira de Vôlei e o Banco do Brasil. A Prefeitura cede o espaço e os profissionais, enquanto que o Banco do Brasil patrocina todo o material para o desenvolvimento das aulas. Já a Confederação Brasileira de Vôlei, por meio do bi campeão olímpico Maurício Lima, realizou o treinamento dos professores da escola onde essa atividade ocorre.

Também faz parte do “Cidade Escola” o projeto “Brincando e Aprendendo em Potunduva”, que é a reestruturação da Brinquedoteca do Distrito de Potunduva por meio do Projeto “Cores da Vida”, que atende escolas municipais de ensino fundamental, os centros municipais de educação infantil, as creches municipais e as escolas estaduais. O Projeto “Brincando e Aprendendo em Potunduva” atende o bairro permanentemente, respeitando as férias e recessos escolares. Essa Brinquedoteca já está atendendo após essa reestruturação aproximadamente 500 crianças mensalmente.

“Estamos fazendo um grande esforço para transformar esse Projeto “Cidade Escola” na grande bandeira da educação cidadã, de educação complementar e de contraturno em nosso governo. Importante dizer que, além desses projetos do “Cidade Escola”, também fazem parte desse grande programa as 23 oficinas referentes a expansão do Programa “Mais Educação”. O Programa “Mais Educação”, que é uma parceria com o Governo Federal e também faz parte do “Cidade Escola”, tem como objetivo aumentar a oferta de atividades educativas nas escolas públicas por meio dessas 23 atividades complementares. A partir de agosto, o número de escolas contempladas vai aumentar de 5 para 12, garantindo iniciativas na escola no contraturno escolar, ou seja, fora do período de aulas. O grande objetivo do “Cidade Escola” é transformar pontos da cidade onde o aluno aprenda mais que simplesmente conteúdo de sala de aula. Antes de tudo, ele deve aprender a ser um cidadão consciente dos seus direitos e deveres na vida adulta”, finaliza Agostini.

Seja o primeiro a comentar esta notícia

Prefeitura Municipal de Jahu - Rua Paissandu, 444 - Centro - CEP: 17201-900 - Telefone: (14) 3602-1777

© Todos os direitos reservados - Prefeitura Municipal de Jahu | BiG DESiGNER