Jaú, Quarta-Feira - 18/10/2017

..........................

Prefeitura apresenta prédio que pode abrigar unidade do Poupatempo em Jaú

Rafael Agostini leva secretário de Gestão à sede do Tiro de Guerra e dá passo importante para conquistar unidade de serviço de atendimento ao cidadão

 

A Prefeitura de Jahu deu nesta quarta-feira (24/7) mais um passo importante para que consiga trazer para a cidade uma unidade do Poupatempo, serviço do governo do Estado de São Paulo de atendimento rápido ao cidadão. O prefeito Rafael Agostini recebeu o secretário de Gestão de Governo, David Zaia, e revelou em entrevista coletiva que o objetivo é instalar o Poupatempo no prédio onde hoje funciona o Tiro de Guerra de Jaú.

Depois, ambos foram visitar a sede do Tiro de Guerra. Também acompanharam a visita o deputado federal Arnaldo Jardim (PPS), vereadores e secretários municipais. O grupo foi recebido pelo chefe de instrução subtenente Ildefonso Huzek. Todos conheceram as dependências das instalações, analisaram possíveis adaptações e aprovaram a área de 2.400 metros quadrados.

Na entrevista realizada na manhã no Salão Nobre da prefeitura, Rafael Agostini explicou os motivos que o levaram a optar pela sede do TG, como facilidade de acesso da população e proximidade com repartições federais. Citou ainda a ampla área de estacionamento capaz de receber os cidadãos de Jaú e região que forem ao Poupatempo, como também à Ciretran (Circunscrição Regional de Trânsito) – o órgão de trânsito do Estado de São Paulo vai ser agregado ao Poupatempo caso Jaú seja contemplada com o serviço.

 

Apoio regional - O prefeito falou que o governo paulista deu uma nova diretriz ao Poupatempo, incorporando às novas unidades o serviço da Ciretran. “O imóvel do Tiro de Guerra atende da melhor forma esse padrão de atendimento. Por que? Porque está a 100 metros do Fórum, a 100 metros da Justiça do Trabalho, porque fica no centro da cidade e de fácil acesso para todo mundo e tem uma grande área que serve para estacionamento para 200 veículos.”

De acordo com o prefeito, caso se confirme a vinda do Poupatempo para Jaú todas as cidades serão beneficiadas. Ressaltou que é um trabalho que tem apoio da Amcesp (Associação dos Municípios do Centro do Estado de São Paulo), que representa 38 municípios da região - o presidente da associação, Thiago Rochitti, esteve presente na entrevista coletiva.

“A importância estratégica do Poupatempo em Jaú não está restrita a um município com 132 mil habitantes, mas para atender a uma região toda”, destacou Rafael Agostini. Ele ressaltou que a Casa Civil do governo do Estado já está ciente da demanda e que, agora, o projeto será levado para apreciação do governador Geral Alckmin.

 

Proposta - O secretário de Gestão do governo paulista, David Zaia, disse que “o governador já tomou  a decisão de que o Poupatempo vai ser expandido. O que estamos fazendo é olhando as regiões que estão mais desassistidas para atender essas regiões sempre com a idéia de levar o serviço ao cidadão e olhando qual cidade é pólo regional. Jaú se enquadra nessa condições, que é ser pólo de região. Outra condição é a cidade ter um imóvel que possa abrigar o Poupatempo. E o prefeito de Jaú já identificou o prédio onde funciona o Tiro de Guerra. Tudo isso está se juntando para que possa levar uma proposta concreta ao governador.”

David Zaia enalteceu que Jaú tem potencial para ser contemplada. Sobre o prazo para concluir uma unidade do Poupatempo, ele comentou: “A partir do aval do governador vai depender do tamanho da adaptação que tem de ser feita no local. Depois de autorizado a gente trabalha com um prazo de seis a oito meses.”

Segundo ele, o Poupatempo foi criado há 16 anos pelo governo e, atualmente, tem 32 unidades. A meta é dobrar o número de unidades até 2014. Os principais serviços do Poupatempo são emissão da carteira de identidade (RG), serviços da Ciretran (CNH e documentos de veículos) e emissão de carteira de trabalho e concessão de seguro-desemprego

 

Acessa São Paulo – Na entrevista coletiva desta terça-feira, o prefeito Rafael Agostini também informou que o programa Acessa São Paulo vai ter uma unidade no Distrito de Potunduva – atualmente há uma na cidade, na Rua Marechal Bittencourt.

O Acessa São Paulo é instalado em parceira entre Estado e prefeituras e fornece acesso à internet ao cidadão de forma gratuita. Sobre o prazo de instalação, o secretário David Zaia disse que as adaptações e treinamento do instrutorr, além da instalação dos equipamentos costumam demorar cerca de três meses.

 

Fotos: Paulo César Grange / Dep. de Comunicação Prefeitura de Jahu

Seja o primeiro a comentar esta notícia

Prefeitura Municipal de Jahu - Rua Paissandu, 444 - Centro - CEP: 17201-900 - Telefone: (14) 3602-1777

© Todos os direitos reservados - Prefeitura Municipal de Jahu | BiG DESiGNER