INSERT command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA'UPDATE command denied to user 'jaudb'@'localhost' for table 'ESTATISTICA_NOTICIA' Prefeitura Municipal de Jahu

Jaú, Quinta-Feira - 23/11/2017

..........................

Hortas da Prefeitura atendem cerca de 500 pessoas por dia

Atendimento nos cinco bairros ocorre às terças e quintas-feiras e disponibiliza até 2 mil unidades de verduras e hortaliças por semana

 

A Prefeitura de Jahu, por meio da Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Agronegócio, informou que as cinco hortas municipais na cidade atendem cerca de 500 pessoas em cada dia de comercialização de verduras e hortaliças. Atualmente, a produção das hortas é vendida aos cidadãos às terças e quintas-feiras, das 7h30 às 11h. A cada semana cerca de 2 mil unidades vão para as mesas jauenses ao custo de R$ 1,00 o maço/pacote.

A estimativa é do gerente de Agricultura, José Carlos Borgo. Os números se referem às hortas municipais dos bairros Pedro Ometto, Cila Bauab, Itamaraty, Vila Maria e Santa Helena. Uma sexta horta municipal atende aos moradores do Distrito de Potunduva. As hortas da Vila Maria e do Itamaraty são as responsáveis pela produção de mudas para todas as demais.

José Carlos Borgo calcula que as hortas estejam  produzindo com 70% de sua capacidade, ou seja, bem acima do que se verificava em janeiro, quando a administração do prefeito Rafael Agostini assumiu a Prefeitura. Borgo lembra que as hortas do Pedro Ometto e do Santa Helena estavam desativadas e que as outras três produziam no máximo 30% do potencial.

Hoje, formam-se filas de moradores dos bairros para adquirir as verduras e hortaliças. A cada morador é liberado uma ou duas unidades de cada espécie, segundo o gerente, para que mais pessoas possam ser atendidas. “A prioridade é atender a maioria das pessoas.”

Os principais cultivos nas hortas são de alface, rúcula, couve, almeirão, chicória, cheiro verde, cebolinha e quiabo. Estes alimentos, segundo o gerente de Agricultura, têm prioridade na produção, uma vez que são de colheita rápida e permitem atender a um maior número de pessoas. A rúcula, por exemplo, é vendida com 20/25 dias. A alface vai para a mesa com 35/40 dias.

Também em algumas hortas são vendidas mandioca, repolho e couve-flor. Estes alimentos, no entanto, estão cedendo espaços às verduras, tendo em vista que demoram para chegarem ao ponto de comercialização.  Borgo comenta que o repolho demora 90 dias. A mandioca cerca de 6 meses.  “A prioridade nossa é plantar verduras e hortaliças.”

 Hidroponia – O sistema de cultivo de alface e rúcula conhecido como hidroponia foi adotado este ano na estufa da horta do Jardim Itamaraty. “As verduras estão crescendo, mas ainda não estamos vendendo. Começamos a produzir agora. Vai demorar mais uns 15 dias para vender a rúcula e uns 20 para vender a alface”, explica José Carlos Borgo.

O gerente de Agricultura diz que a hidroponia vai ter potencial para produzir 2.500 pés de verdura a cada 15 dias quando estiver na rotina de plantio e colheita. Quando isso ocorrer, parte da produção será levada para as demais hortas para atender aos moradores de outras regiões da cidade.

Seja o primeiro a comentar esta notícia

Prefeitura Municipal de Jahu - Rua Paissandu, 444 - Centro - CEP: 17201-900 - Telefone: (14) 3602-1777

© Todos os direitos reservados - Prefeitura Municipal de Jahu | BiG DESiGNER