Jaú, Terça-Feira - 12/12/2017

..........................

Atletismo em Jaú vai ter aporte de R$ 100 mil por ano

 

O atletismo começou a ganhar status nesta terça-feira (28/05) com a assinatura do convênio que viabilizará em Jaú o projeto “Cidadão Olímpico – Correndo na Frente”. A parceria foi formalizada em solenidade  realizada no salão nobre da Prefeitura com a presença de dirigentes da CAIXA, do prefeito Rafael Agostini e do medalhista olímpico Cláudio Roberto de Souza.

A cidade terá, a partir de 1º de junho, uma verba anual de R$ 100 mil para aplicar no projeto que tem dois objetivos: incentivar a prática do atletismo e formar atletas e investir na socialização de crianças, jovens e adultos. Serão beneficiadas pessoas a partir de 8 anos de idade, inclusive adulto. “A prioridade é para a categoria pré-mirim a juvenil, para jovens de até 19 anos de idade”, informa Cláudio Roberto de Souza.

 

 Claudinho, como é conhecido, tem 39 anos de idade. É de Teresina (Piauí), mas está em Jaú há quatro anos. Ele foi medalhista olímpico com a prata no revezamento 4x100 metros nas Olimpíadas de Sydney (Austrália), em 2000. Em Jahu, ele comanda escolinha de atletismo com até 50 crianças no Campo Municipal.

O secretário de Cultura, Esportes e Turismo de Jaú, Hamilton Chaves, de Esportes, que destacou a necessidade de contemplar outras modalidades esportivas, indo além do futebol. Ele agradeceu o incentivo da CAIXA à modalidade e espera ver bons resultados com os atletas – parte dos alunos da escolinha de atletismo da cidade esteve no evento.

 

Diversificação esportiva - O prefeito Rafael Agostini ressaltou que o convênio coroa o trabalho de várias secretarias municipais e contempla mais uma modalidade, o que está dentro da diretriz de governo de investir em múltiplos esportes.  “Nosso governo já deu sinais claros de que vai acabar com aquela história de só futebol”, pontuou, garantindo que todas as modalidades terão investimento. A cidade, segundo ele, não pode gastar só com uma modalidade e depois na hora de competir ter de trazer atletas de fora, que chegam e vão embora  e a cidade não ganha nada com isso.

Rafael Agostini defende a diversificação esportiva: “O grande desafio do nosso governo voltado ao esporte é fazer o esporte como formação, como educação, como competição e como lazer e recreação. Temos a diretriz de transformar o esporte  num instrumento de inclusão social, de socialização, de redução da vulnerabilidade social, de educação, de saúde e, para isso tudo acontecer, tem de ter uma coisa chamada diversificação”.

BENEFICIÁRIOS - A princípio serão beneficiadas 70 atletas, mas pode chegar a 100. “Vamos levar o projeto para as escolas”, avisa Claudinho, que também quer um base no Jardim Pedro Ometto.  Com a verba da CAIXA será adquirido material de treinamento (barreiras, dardos...), uniforme, lanches para os atletas e pagamento de professores e taxas da Federação Paulista de Atletismo.

Em Jaú os treinos serão em todas as provas, como corrida, salto, arremesso de peso e outras. Além do coordenador, o projeto terá em sua estrutura um treinador desportivo, um professor e um monitor.

 

CONTRAPARTIDA DO EXECUTIVO - À Prefeitura cabe o fornecimento do veículo para transporte dos atletas para competições fora da cidade, como também o custeio da alimentação nas viagens. E ainda o fornecimento da área para a prática esportiva, como o Campo Municipal. O coordenador do projeto diz que os valores que caberão ao Município vão depender do agendamento a ser feito em breve, como roteiro das viagens e número de atletas participantes.

Autor do projeto, Claudinho apresentou à CAIXA sua ideia no ano passado. Recentemente apresentou em evento em Brasília, no qual estiveram todos os “Heróis Olímpicos do Atletismo”, mantido pela CAIXA e que tem entre os oitos “heróis” Cláudio Roberto de Souza e outros medalhistas da modalidade.

Pela CAIXA participaram solenidade de assinatura do convênio o superintendente regional, Geraldo Luis Machado de Oliveira; a consultora regional de comunicação e marketing, Lúcia Liz Amadei; o gerente regional de Governos José Orlando Garla e o gerente da agência central de de Jahu, Domingos Henrique Caramano.

A presidente da Associação Jauense de Basquete, Ivete Calobrizzi, assinou o convênio em benefício do atletismo, uma vez que o projeto ainda não tem uma associação formalizada na cidade, segundo Claudinho. A solenidade contou ainda com o diretor do SESI-Jaú, Antonio Celso Aleixo, e secretários municipais.



SERVIÇO:

VALOR DO CONVÊNIO: R$ 100 mil/ano par custeio de uniforme, professores, taxas da Federação, lanches. A CONTRAPARTIDA do Executivo prevê transporte e alimentação nas viagens para competição.

OBJETIVO: formar atletas e socializar crianças e jovens

BENEFICIÁRIOS: 70 atletas (pode chegar a 100)

LOCAL: Campo Municipal, das 16h às 20h

ESCOLA TOLENTINO E JARDIM PEDRO OMETTO: período da manhã, a definir horário

 

CLÁUDIO ROBERTO DE SOUZA, 39 ANOS

AUTOR DO PROJETO “Cidadão Olímpico – Correndo na Frente”

Faz parte do grupo “Heróis Olímpicos do Atletismo”, mantido pela CAIXA

Natural de Piauí, mora em Jaú há quatro anos atuando como técnico de atletismo da escolinha municipal da Prefeitura no Campo Municipal

Claudinho de Souza e o prefeito Rafael Agostini

 

Seja o primeiro a comentar esta notícia

Prefeitura Municipal de Jahu - Rua Paissandu, 444 - Centro - CEP: 17201-900 - Telefone: (14) 3602-1777

© Todos os direitos reservados - Prefeitura Municipal de Jahu | BiG DESiGNER